Envelhecer: uma fase de reflexão e busca de sentidos

Envelhecer: seria a fase de reflexão e busca de sentidos?

Como o fato de envelhecer pode se tornar uma fase da vida com muita reflexão e novos sentidos? esse é o tema da coluna de Sandro Beira

1541 0
Compartilhe

Envelhecer é uma doença? Assim começou a conversa com uma candidata a lifting facial e que trouxe uma série de reflexões sobre o sentido da vida, em especial por se tratar de uma mulher que estava entrando na terceira fase de sua vida, com a proximidade dos seus 60 anos.

Acredito que hoje estamos em um momento muito especial na trajetória da humanidade, o qual poderia ser denominado “a era da revolução da longevidade”. Se levarmos em conta, por exemplo, o fato de possuirmos a expectativa de viver mais de 35 anos em relação ao tempo de vida de nossos bisavós.

A pergunta que faço agora é: como podemos transformar o envelhecimento em um tempo de vida longa e de sucesso?

Essa simpática, alegre e elegante paciente foi logo dizendo que hoje sentia-se muito bem com um nível baixo de stress e ansiedade. Visualizava com menor intensidade as diferenças entre pessoas e situações e estava olhando mais para o todo e menos para os detalhes.

Com a idade mais avançada, o medo diminui e, com isso, a sensação de bem-estar acontece. Essa afirmação chamou a minha atenção, pois, quando olhamos para o mundo, nos deparamos cada vez mais com pessoas em busca de uma “pílula” que traga conforto imediato e maior aceitação de si mesmo e nos relacionamentos.

Perguntei se ela poderia compartilhar como foi que conseguiu envelhecer com essa clareza e com sentimentos tão apaixonantes pela vida.

A resposta foi rápida e acompanhada de uma gargalhada: “Não estou dizendo que envelhecer é romântico, mas acredito que, para se tornar verdadeiramente jovem, leva-se um bom tempo!”.

Ela refletiu: “A mudança veio quando comecei a refletir sobre o passado, perdoando as situações e pessoas, e principalmente a mim mesma. Com isso, tenho colocado a atenção no presente e naquilo que traz significado positivo e edificante para a minha vida”.

Quando releio essas palavras, vem à minha mente o livro Em Busca de Sentido, de Viktor Frankl, cuja obra nos mostra que realmente a qualidade da nossa vida depende da forma como nos relacionamos com a realidade, o significado que escolhemos atribuir às circunstâncias e as consequentes atitudes que tomamos a partir de nossas escolhas.

O que aprendi com essa mulher de mente brilhante é que talvez o principal propósito para envelhecer está na oportunidade de refletir sobre cada etapa de nossa vida e ressignificar de forma maravilhosa o nosso passado.

*Matéria originalmente publicada na edição 221 da revista TOPVIEW

Neste Artigo

Converse com a Gente