FASHION

Entenda como funciona a numeração de sapatos no Brasil e no mundo

O especialista Filipi Sant’Anna explica por que essa numeração muda de acordo com o país

Pode parecer uma pergunta boba, mas você sabe o que a numeração dos seus sapatos significa? Para entender essa questão que toma conta da cabeça de muitos curiosos, Filipi Sant’Anna, criador da Soul Calçados, explica de onde esses números surgiram e por que eles variam de país para país. Só para se ter ideia, um sapato de número 35 no Brasil terá o número 37 na França, 4.5 na Inglaterra, 5.5 nos Estados Unidos e 25 (ou 24.5) no Japão. Loucura, não é?

“É uma questão complexa, pois temos 195 países no mundo e a métrica de calçados não é padrão para todos. A numeração foi cuidadosamente especificada por sistema de ponto, porém cada país decide de onde o ‘ponto’ se inicia. Vem daí a diferença entre os números e pontos que medem cada sapato”, afirma. Essa numeração é escolhida levando em conta o biotipo de cada região.

“A história é antiga e se inicia na Inglaterra. Após algumas variações na medida, os ingleses adotaram o tamanho de um terço de polegada (0.846 cm). Durante a revolução industrial, já no século XIX, as fábricas de sapato decidiram padronizar o tamanho e o transformou em uma unidade chamada ponto para facilitar a produção das peças”, acrescenta. Portanto, hoje, no Reino Unido e em alguns territórios que foram colônias britânicas, como os Estados Unidos, utiliza-se o ponto inglês.

Como a variação de um número para outro é relativamente grande (de quase um centímetro), também foi criado o meio ponto (0.423 cm). Por isso, nesses países existem sapatos 7.5, 8.5 e assim por diante. O Brasil, por sua vez, se aproxima do sistema de ponto francês, adotando a medida de dois terços de centímetro (0.66 cm) que começou em Paris. Tal medida é a mais usada na Europa ocidental.

“Porém, a nossa contagem é um pouco diferente, pois teoricamente começamos a contar a partir do -2. Se você usa 35 no Brasil, seu número francês será 37, por exemplo”, explica. “Essa divergência está ligada à largura média dos pés dos cidadãos de cada país, dado que influencia o sistema de numeração implementado em cada local.” Já a conversão do número do Brasil para o padrão utilizado na Inglaterra é um pouco mais complicada. “Até o 13.5, o tamanho é infantil para os ingleses. Assim, se você calça 36 no Brasil, isso equivale ao número 18.5 no Reino Unido, mas você precisa pedir um sapato 5, já que a contagem dos calçados para os adultos recomeça no 13.5”, ressalta.

“Quando os brasileiros fazem compras no exterior, costuma rolar certa confusão, mas é só se atentar a esses detalhes que é possível encontrar o sapato ideal. Mas costumo dizer que é mais fácil acertar em terras europeias do que americanas. Nos EUA, a numeração parte do 1 e não do 0, sendo sempre maior que a numeração da Europa e do Brasil”, descreve Filipi.

No fim das contas, o padrão definido no Japão é o mais simples de entender: um ponto para cada centímetro. “Se o seu pé tiver 20 centímetros, o número do seu sapato será 20, o que traz muita praticidade para a vida dos consumidores”, completa.

Deixe um comentário