FASHION

Conheça a marca de cosméticos vegana e acessível que veio para mostrar que o autocuidado é para todos

Com menos de um ano no mercado, Skine pretende revolucionar o mundo dos cosméticos com produtos de alta qualidade e ótimo custo-benefício

Sem ingredientes de origem animal, cruelty-free, divertida e acessível, a Skine – marca de cosméticos curitibana -, com menos de um ano de mercado já sonha alto: revolucionar o mundo dos cosméticos nacionais (e, por que não, internacionais?), pois acredita que o autocuidado é para todos. Com o propósito de fazer e trazer produtos que tratam a pele, prezando pelo bem-estar e cuidado de todas as formas de vida que existem, a marca não abre mão de uma combinação em seus produtos: alta qualidade e preço justo. Com o aumento da procura por produtos de skincare e uma história que tem origem na infância da fundadora, a Skine promete não passar despercebida.

(Foto: Divulgação)

Quando falamos em autocuidado, logo pensamos em alimentação, exercícios…que não deixam de ser importantes. Porém, atualmente, as estatísticas mostram que a procura por produtos de cuidados com a pele só tende a crescer: dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec) apontaram que durante a pandemia as vendas de maquiagem caíram 19%, enquanto o consumo de máscaras faciais cresceu em 51,7%. A pele é o maior órgão do corpo humano e possui um papel importante na manutenção da saúde. Hoje, apesar de existirem diversas marcas focadas em tratamentos para a derme, poucas nacionais podem ser consideradas acessíveis e com alta performance.

(Foto: Divulgação)

Como surgiu a Skine

(Foto: Divulgação)

Observando o crescimento por itens de cuidado e a falta de uma marca que abrangesse opções mais acessíveis, Marina Xavier, que é formada em Comércio Exterior, decidiu sair da área de sua graduação e adentrar em sua paixão: beleza e cuidado. A fundadora da marca, conta que sua paixão pelo mundo da beleza veio desde nova e com forte influência materna: “Cresci vendo minha mãe fazendo rigorosamente sua rotina de autocuidado. Ela cuidava da pele de forma simples, acessível e eficiente – aquilo me inspirou”.

Com valores definidos e inegociáveis, Marina foi atrás de fornecedores que a ajudassem a criar um primeiro produto vegano, acessível e de alta qualidade. As parcerias foram de sucesso e, no dia 30 de maio de 2021, deu início às vendas pelo e-commerce oficial da marca.

Skin + routine, as duas palavras que em inglês significam, respectivamente, pele e rotina, foram a inspiração para o nome da Skine. Marina acredita no poder da consistência que a rotina proporciona e, com o slogan “sua pele, sua rotina”, ela mostra que quem mais conhece como deve ser seu momento autocuidado é você mesmo. “Cada um tem seu tipo de pele, cada um sabe aquilo que cabe no bolso e um investe naquilo que faz sentido”, afirma a CEO.

Os primeiros passos

O primeiro produto, “Gotas de Vitaminas”, custa apenas R$49,90 (unidade com 30g) e é um sérum facial, livre de parabenos, não testado em animais e vegano. A combinação dos seus principais ativos – Nano Vitamina C 5% + Óleo de Romã + Ácido Hialurônico 2% + Extrato de Ferula Foetida 2% – em único produto tem como função auxiliar no combate do envelhecimento precoce da pele causado pelos radicais livres. O resultado é uma pele mais iluminada, hidratada e firme.

Hoje, além do e-commerce, a Skine está presente em 25 pontos de venda. E o crescimento não para por aí: dois novos produtos estão previstos para serem lançados ainda no primeiro semestre de 2022 e a expectativa é de terminar o ano com um faturamento anual de R$350 mil e com uma cartela de 5 produtos de skin care. “Com alta qualidade e preços acessíveis, a proposta da Skine é ser a marca de tratamento queridinha do público antenado, que preza por produtos diferenciados, divertidos e, principalmente, que trazem resultado”, finaliza Marina.

Deixe um comentário