FASHION

Coleção da UMA X Onda Eco traz um novo conceito de tie dye

A linha sustentável apresenta uma técnica inédita de tingimento botânico, desenvolvida no atelier da empresa a partir de um processo artesanal e ecológico exclusivo
Após um ano de estudos e experimentos, a linha UMA X, da marca nacional UMA, lança neste mês um novo drop, em parceria com a marca de produtos de limpeza ecológicos Onda Eco, feito a partir de um tingimento natural inédito com efeito tie dye, com um ciclo que respeita o meio ambiente e está alinhado com a demanda por processos cada vez mais conscientes e sustentáveis na moda. Na etapa final da confecção deste novo drop, os produtos Onda Eco são responsáveis por promover uma lavagem natural antes das peças irem para as araras.

 
Todo o ciclo de produção respeita o meio ambiente, especialmente a técnica artesanal que elimina o uso de química artificial. E todas as peças desse drop vem com um mini lava roupas Onda Eco para incentivar que o ciclo natural continue em casa.

Entre os inúmeros benefícios, usar produtos de limpeza biodegradáveis mantém o pH neutro e auxilia na conservação dos tecidos por muitos anos, prolongando a vida útil das roupas, além de não agredir os recursos naturais do meio ambiente ao eliminar o uso debranqueadores ópticos, hidróxido de sódio, ácido sulfônico (derivado de petróleo) e controladores de pH agressivos como o ácido clorídrico óptico na composição.

Traduzindo a modelagem contemporânea característica da UMA, a coleção sem gênero eleva o conceito de easy-wear ao propor uma moda descomplicada, mas com design único. Cada peça leva 75 horas para ser tingida, com o uso de produtos naturais como acácia negra, em um processo manual que permite cada roupa ter sua própria estampa, ainda que com a mesma linguagem – aqui, nenhum item é igual ao outro.

Com uma embalagem especial que protege as peças tie dye de contato excessivo com a luz, de modo a preservar sua estampa, o novo drop da UMA X  já está disponível no e-commerce e nas lojas UMA de São Paulo e Rio de Janeiro.

Deixe um comentário