Seria o fim dos padrões? Agora, a beleza está na liberdade!

Seria o fim dos padrões? Agora, a beleza está na liberdade!

O make up artist e expert em beleza do salão Casa W defende a quebra de estereótipos e padrões em prol da liberdade da beleza

809 0
Compartilhe
beleza liberdade

Para mim, a beleza feminina é uma beleza sem padrões! A mulher tem que ser feliz como é, livre de qualquer estereótipo ditado pela sociedade, aceitando seu corpo, sua mente e sua origem. Vivendo, assim, sem pressão imposta por muitos.

A beleza vai muito além da maquiagem, do cabelo e da moda. É tudo o que uma mulher pode expressar, um conjunto de características. E como trabalho e vivo diariamente com os mais diversos padrões de mulheres, digo que cada uma tem sua beleza, seja ela loira, morena, afrodescendente ou asiática. É gratificante quando elas se olham no espelho e dizem: “estou maravilhosa”. Essa é uma mulher confiante, empoderada, que não precisa se retocar em programas de edição antes de postar fotos nas mídias sociais.

Acredito que, hoje, o público feminino vem se questionando e quebrando, cada vez mais, visões estereotipadas que vemos em propagandas, outdoors e revistas. Está cansado de sofrer pressão para que se encaixe nos moldes da “tirania de beleza ideal”.

Os critérios mudam conforme a cultura e isso não impede que o diferente seja valorizado por nós.

Percebo que muitas mulheres, quando chegam ao salão, querem se sentir ainda mais belas e não mais procuram por tratamentos e maquiagens propagadas nas mídias sociais, nas novelas e nas revistas. Hoje, muitas sabem o que querem. Sejam livres! A beleza está no diferente, na diversidade!

*Coluna originalmente publicada na edição 223 da revista TOPVIEW e escrita por Marcos Duartte.

Leia mais:

Beleza em dia: saiba o que promete bombar no mundo da estética em 2019

Neste Artigo


Converse com a Gente