FASHION

Aumenta a busca por procedimentos estéticos entre o público masculino

Dados da SBPC afirmam que a cada dois minutos um homem faz uma cirurgia plástica no Brasil

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) registrou um aumento de 5% para 30% no número de homens que se submeteram a cirurgias estéticas nos últimos cinco anos. Em 2019, das 650 mil cirurgias plásticas realizadas, 104 mil foram em homens. Entre os procedimentos mais realizados, estão a blefaroplastia (cirurgia das pálpebras), rinoplastia (cirurgia do nariz) e a lipoaspiração.

O médico cirurgião plástico, Bruno Legnani, afirma que os tratamentos anti-idade e procedimentos ligados ao emagrecimento estão em alta para esse público. “Homens procuram o consultório para a cirurgia das pálpebras e lipoaspiração, e hoje, 30% das toxinas botulínicas aplicadas no consultório são em homens”, afirma Legnani.

O aumento da expectativa de vida e a maior vaidade desse público fazem com que eles procurem cada vez mais cedo esses procedimentos. Mesmo com características faciais e corporais diferentes das mulheres, a busca por um resultado mais natural possível é fator comum entre os públicos. “Hoje o resultado natural é sempre o mais procurado, em qualquer procedimento. Os homens perceberam que as cirurgias plásticas não mudam suas fisionomias, mas colaboram para uma melhor relação com suas aparências e conseguem modificar características que incomodam no dia a dia”, completa.

A SBCP afirma que na infância até a juventude, a otoplastia (correção das orelhas em abano) é a cirurgia plástica mais comum nos homens. Já na faixa de 20 a 30 anos, a procura fica entre a ginecomastia (cirurgia para correção das mamas masculinas) e a rinoplastia (plástica no nariz), além da otoplastia. De 30 a 40 anos, os homens se interessam mais pela lipoaspiração, lipoescultura e implantes capilares, este último também entra na faixa de 40 a 50 anos. A blefaroplastia é bastante requisitada por homens com idades de 50 a 60 anos. Acima de 60 anos, a ritidoplastia (lifting facial ou tratamento cirúrgico das rugas do rosto) é a campeã de pedidos.

“Os procedimentos estéticos não estão ligados somente à vaidade, mas sim ao bem-estar e aumento da autoestima. Independente do sexo, é importante saber que se não está satisfeito com suas características físicas, existe a possibilidade de mudar. Hoje, 20% dos pacientes que entram no consultório são homens”, afirma Legnani.

Deixe um comentário