As margens do Rio Téjo, Lisboa vai te surpreender

DESTINO TENDÊNCIA! As margens do Rio Téjo, Lisboa vai te surpreender

A nova capital criativa da Europa, se reinventou e saiu dos padrões sem perder o espirito lisboeta

679 0
Compartilhe

Lisboa, capital de Portugal, é uma das cidades estrangeiras que mais atrai turistas brasileiros. Com mais de 500 mil habitantes, oferece a qualidade de vida de uma cidade pequena com os benefícios de uma metrópole.

Considerada a “Nova capital criativa da Europa”, em 2018, Lisboa abandona a imagem da cidade que parou no tempo e começa a se reinventar, mas sempre mantendo a tradição portuguesa que dá todo o charme a cidade.

Lisboa (Foto: Divulgação).

Quer pontos turísticos? Lisboa tem!

Lisboa é um destino que respira cultura e transpira beleza. Mesmo mantendo os costumes, a cidade está em constante movimento e se globalizando cada vez mais.

A parte Baixa, é o centro histórico da cidade, um lugar para conhecer o comércio local e onde estão localizados alguns dos principais pontos turísticos, como o Castelo de São Jorge.

Toda bela cidade merece ser vista de cima e Lisboa não é diferente, por isso, o Castelo de São Jorge oferece uma das vistas mais bonitas da cidade. Construído no séc XIV, o castelo levou o nome do santo padroeiro dos cavaleiros e das cruzadas.

Castelo de São Jorge – Lisboa (Foto:Divulgação).

Aos pés do Castelo e ao lado do mar está o bairro Alfama. Foi a única região da cidade que não foi destruída pelo terremoto de 1755. É o bairro mais antigo da cidade, e também, o berço do Fado. O bairro é o melhor lugar para sentir os cheiros e os sentimentos da essência lisboeta.

Alfama é onde se encontra as melhores casas de Fado de Lisboa, restaurantes que exaltam toda poesia e drama presente na arte portuguesa de chorar com a voz.

A cidade não parou no tempo

Na parte alta da cidade, está localizada a região mais nova da cidade, e claro, a mais boemia também: as ruas do Chiado, fervem a noite. O bairro foi todo reconstruído, depois do incêndio de 1998.

Chiado – Lisboa (Foto: Divulgação).

Um dos pontos turísticos mais famosos e querido pelos brasileiro é o café A Brasileira, que tem na sua entrada uma escultura do poeta Fernando Pessoa. Outro lugar magnifico do bairro é o Mirante de São Pedro de Alcântara, perfeito para tomar um vinho ao por do sol e aproveitar a vista da Baixa, do Rio Tejo e da colina do Castelo de São Jorge

O Parque das Nações é, sem dúvida, a região mais moderna da cidade. Reconstruída em 1998, lá está localizada a Estação de Oriente, do espanhol Santiago Calatrava (arquiteto que planejou o Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro), uma estrutura toda em vidro. É o passeio perfeito para os amantes de arquitetura!

Estação de Oriente – Lisboa (Foto:Divulgação).

Longe do centro, mas com acesso fácil à cidade, o bairro de Belém é onde o Rio Tejo se funde com o mar. O bairro era ponto de partida para os exploradores portugueses saírem com suas embarcações em busca de novas terras, como o Brasil, por exemplo.

Torre de Belém – Lisboa (Foto:Divulgação).

Pela sua importância histórica, no bairro está localizado o ponto turístico mais fotografado de Portugal: o Padrão dos Descobrimentos. O monumento de 50 metros de altura foi feito em homenagem a todo os homens que navegavam em busca de novas terras. No mesmo bairro, é possível encontrar a Torre de Belém, Mosteiro dos Jerônimos e o famoso pastel de Belém.

Além de todos os pontos turísticos e históricos da cidade, Lisboa oferece verdadeiras instalações, lugares em que a cena jovem criativa acontece. Um desses lugares é o LX Factory, que, segundo o próprio estabelecimento, é “uma fábrica de experiências onde se torna possível intervir, pensar, produzir, apresentar ideias e produtos num lugar que é de todos, para todos”.

LX Factory – Lisboa (Foto: Divulgação).

Que tal conhecer toda a pluralidade globalizada às margens do Rio Tejo? Partiu Lisboa!

Neste Artigo


Converse com a Gente