ESTILO VIAGEM

Passeios de trem pela Serra do Mar têm saídas diárias a partir de hoje

Pacotes da Serra Verde Express tem opções com transfer e serviço de bordo no trem, além de almoço e city tour em Morretes e Antonina

Há 25 anos, o passeio de trem operado pela Serra Verde Express na Serra do Mar Paranaense é destaque não só no turismo de Curitiba, mas também fora do país. Segundo o “The Guardian”, é um dos dez mais bonitos do planeta, e o “The Wall Street Journal” o elegeu como um dos três passeios de luxo sobre trilhos mais interessantes do mundo. Duas referências de peso para quem ainda tem dúvida se vale a pena conhecê-lo. Agora em julho, mais um motivo: o trem volta a ter saídas diárias entre os dias 14 e 31.

(Foto: divulgação)

Julho é mês de férias escolares, e com, isso, o trem recebe muitas crianças, que se divertem com toda a história da ferrovia e seu entorno narrada pelos guias durante o trajeto. Elas também adoram a interação com a natureza, principalmente nos vagões com varanda – o Bove e o Barão do Serro Azul.

O Bove, inclusive, é um vagão pet friendly, que acomoda também os bichinhos que estiverem passeando com a família. Os pets ganham um kit com biscoitos e podem viajar ao lado de seus donos em caminhas impermeáveis ao lado de mesas e lounges para até 4 pessoas. A decoração é toda temática e os passageiros ainda podem curtir janelas panorâmicas e uma varanda central, onde há água à vontade para os bichinhos e tapetes higiênicos para necessidades.

“O trem é um passeio clássico e ao mesmo tempo surpreendente para todos, inclusive para os pets”, comenta o Adonai Filho, diretor da Serra Verde Express. Todas as categorias oferecem serviço de bordo com kit lanche, e a partir da classe Imperial as bebidas – água, refrigerante e cerveja – são à vontade.

Carro Imperial. (Foto: divulgação)

Nos trilhos da história

Os trens são operados há 25 anos pela Serra Verde Express percorrendo a Ferrovia Paranaguá-Curitiba. Considerada umas das cem obras de engenharia mais importantes do Brasil, seu trajeto percorre uma das áreas mais preservadas de Mata Atlântica do mundo, a Serra do Mar. Além de picos e montanhas, são mais de 41 pontes e 13 túneis ligando Curitiba ao litoral do estado.

As viagens duram pouco mais de 4h e acontecem em ambos os sentidos. De Curitiba, pela manhã partem o trem e as Litorinas às 8h30 com destino a Morretes. Nos finais de semana, as Litorinas saem uma hora mais tarde, às 9h30. À tarde, trem e litorinas saem juntos de Morretes, às 15h, em direção a Curitiba, no passeio chamado de Pôr do Sol. Tanto na ida quanto na volta, é possível observar o conjunto montanhoso do Marumbi, a Cascata do Véu da Noiva e a Ponte de São João, uma das paisagens mais belas da Serra do Mar Paranaense. Durante todo o trajeto, os guias orientam onde focar a atenção, diante de tanto que há para ver.

Vagão Pet Friendly. (Foto: divulgação)

O típico Barreado e a visita às tradicionais cidades de Morretes e Antonina

Chegando à região do litoral, os passageiros são recepcionados com um convite para experimentar o clássico barreado. Assim chamado pelo preparo em panelas de barro, sua origem remete aos portugueses que desembarcaram no Paraná no século XVIII. O prato típico carrega mais de 300 anos de história, e até hoje é preparado com as mesmas características: pedaços de carne vermelha como patinho ou coxão mole e toucinho e cozidos por cerca de 12 horas em panela de barro vedada. Enquanto é servido com seus acompanhamentos de farinha de mandioca e bananas assadas ou fritas, tem a explicação do seu preparo contada pela equipe do restaurante.

Depois da experiência gastronômica, o clima mais úmido e a temperatura mais amena que a de Curitiba são atrativos para um passeio por Morretes. Fundada no início século XVIII, a cidade preserva a arquitetura antiga dos seus casarões e igrejas como a Nossa Senhora do Porto, padroeira da cidade e fundada em 1849, e a de São Benedito, construída em 1865 para escravos e negros.

Outra atração é Antonina, onde os viajantes podem fazer um breve tour para conhecer a cidade que desde 2012 obteve o reconhecimento do Instituto do Patrimônio Histórico de Artístico Nacional (IPHAN) e teve seu centro histórico tombado. Atualmente, além do forte destaque cultural, Antonina realiza o carnaval mais famoso do Paraná e mantém viva a tradição das serestas, um tipo de composição musical.

Em todos os passeios de trem escolhidos, o trecho rodoviário da ida ou da volta acontece pela encantadora Estrada da Graciosa, salvo momentos de condições climáticas adversas. Sua construção, em meio à Mata Atlântica assim como o trem, data do século XIX. Orgulho dos paranaenses e um dos símbolos do estado, a Graciosa foi declarada pela UNESCO, em 1993, área de Reserva da Biosfera por conta das abundantes fauna e flora locais.


Serviço

Pacotes de trem: Morretes/Antonina, Litorina de Luxo e Pôr do Sol

Quando: todos os dias de 14 a 31 de julho. Datas anteriores ou posteriores, consultar calendário de saídas disponível neste link

Horários: Saídas de Curitiba: Trem (categorias econômica, turística e boutique) às 8h30; Litorinas de Luxo às 9h30 aos finais de semana

Saídas de Morretes: Passeio do Pôr do Sol – saídas únicas às 14h

Valores: pacotes completos (incluindo transfer, trem, almoço e city tour) a partir de R$209,00 por pessoa

Ingressos: Todos os pacotes e bilhetes podem ser adquiridos direto na Estação ou pelo telefone (41) 3888 3488, mediante disponibilidade

Deixe um comentário