ESTILO

Últimos dias da exposição do artista Yutaka Toyota no Museu Oscar Niemeyer

O artista é um dos pioneiros do movimento cinético internacional e da arte interativa

A exposição “Yutaka Toyota – O Ritmo do Espaço”, que está em cartaz na Sala 4 do Museu Oscar Niemeyer (MON), poderá ser vista até domingo, dia 28. Escultor, pintor, desenhista, gravador e cenógrafo, o artista é também um dos pioneiros do movimento cinético internacional e da arte interativa.

A exposição, com curadoria de Denise Mattar e patrocínio da Vonder, apresenta 86 obras, uma delas instalada na área externa do MON. Embora seja retrospectiva do artista, que completará 90 anos em 2021 e continua em pleno vigor criativo, a mostra não é estruturada de forma rigidamente cronológica. Contempla trabalhos produzidos a partir dos anos 1960 em diversos suportes e recebeu, em 2018, o prêmio de Melhor Retrospectiva do Ano pela Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA).

Em mais de seis décadas de trabalho, o artista criou milhares de obras entre desenhos, gravuras, pinturas, instalações, painéis escultóricos e esculturas de todos os tamanhos, desde pequenos múltiplos a imensos monumentos, mas sempre foi fiel às mesmas indagações que o fizeram mergulhar no universo das artes, ainda no Japão.

Deixe um comentário