ESTILO

Rodrigo do Prado abre restaurante em Curitiba

Por Juliana Reis

A casa Vilanova Artigas, na Rua da Paz, hoje tombada como patrimônio é um dos raros exemplares da obra do curitibano João Batista Vilanova Artigas (1915-1985), que se tornou um ícones da arquitetura modernista brasileira. A polêmica casa vermelha – que gerou estranheza na conservadora Curitiba de 1953 – foi adquirida há cerca de dez anos e restaurada pelo casal Giceli Portela (arquiteta) e Roberto Cunico (engenheiro).

Hoje a atmosfera do espaço cultural no qual foi transformada abre lugar para experiências gastronômicas comandadas pelo paladar inspirado do chef curitibano Rodrigo do Prado (ex-Espaço Gourmet e Boulevard, atual consultor do Tuna). Em sociedade com Roberto, tendo a chef e pupila Gabi Aragão como parceira de cozinha, Rodrigo inaugura o Virginia Bistrô no dia 07 de maio.

Tombada como patrimônio, a casa Vilanova Artigas foi o espaço escolhido para o novo restaurante
Tombada como patrimônio, a casa Vilanova Artigas foi o espaço escolhido para o novo restaurante

O repertório do Virginia terá quatro momentos distintos: o caráter informal dos pratos executivos no almoço, a simplicidade do café com bolos, a alta gastronomia dos menus degustação no jantar com serviço formal e enxoval completo e, finalmente, os pratos com memória afetiva de Rodrigo do Prado, estes últimos servidos aos finais de semana. “O Virginia Bistrô será democrático”, explica ele. O nome homenageia a esposa de Vilanova Artigas, que foi artista plástica modernista.

Cardápio
Com base em produtos regionais, o cardápio receberá delicados toques premium como trufas e foies gras, bem ao já conhecido gosto do chef Rodrigo. No menu degustação, o profissional executará sua gastronomia mais autoral. “Estou realizando o sonho de todo chef: vincular gastronomia à cultura”, diz. Em tempo, o nome do menu será #eucomocultura, em alusão à campanha capitaneada pelo chef paulistano Alex Atala em prol da gastronomia transformada em patrimônio cultural.

Mas a menina dos olhos do chef também inclui os Pratos com Memória, preparados para comer como se estivesse em casa numa refeição com família. Panelas, travessas e guarnição irão direto à mesa para serem servidos à vontade.

Receita da mãe de Rodrigo, a Galinhada será uma das delícias “com memória” vindas da cozinha assim como o Filé à Parmegiana e a Carne de Panela. Todos os pratos ganharão um nome próprio, sempre com referências à Arquitetura. De sobremesa, oito tipos de brigadeiros brulè e uma surpresa autoral: crème brûlée de pamonha. “Me inspirei na técnica e no meu conceito de que o prato não deve apenas vir, mas ficar na boca, deixar o gosto na memória.”

Nas segundas, terças e quartas, o restaurante, com capacidade para 50 pessoas, será reservado para eventos contratados, dispondo de uma sala multimídia no mezanino.

O estabelecimento não cobrará taxa de serviço, possuirá convênio com estacionamento na mesma rua ou serviço de vallet (R$ 15) no jantar. Não será cobrada taxa de rolha sobre os rótulos levados pelo cliente e o couvert será cortesia.

SERVIÇO
Rua da Paz, 479, 3019-0511, www.virginiabistro.com.br
A partir de 07 de maio , de quinta-feira a domingo das 12h às 23h
PF: R$ 33; Prato Executivo: R$ 45; Prato com Memória: R$ 45 por pessoa; Menu Degustação: R$ 130.

Deixe um comentário