Restaurante e café de edifício de luxo em Curitiba serão comandados pelo chef Dudu Sperandio - TOPVIEW

Restaurante e café de edifício de luxo em Curitiba serão comandados pelo chef Dudu Sperandio

Empreendimento que irá revitalizar o primeiro arranha-céu de Curitiba terá espaços gastronômicos abertos ao público

Compartilhe

O prédio icônico triangular que foi construído para ser o primeiro hotel 5 estrelas de Curitiba nos anos 50, localizado no centro, em frente à praça Tiradentes, agora será revitalizado para se tornar um novo atrativo na cidade. O edifício receberá o nome de Viva Curitiba e ganhará um rooftop bar, restaurante e café abertos ao público, que serão comandados pelo chef Dudu Sperandio (Ernesto Ristorante e Funiculare Pizzaria). Terá também apartamentos decorados com áreas de co-living, que serão administrados pela Housi.

“Esse novo espaço que Curitiba está ganhando vai contar com a qualidade do nosso trabalho, que já soma mais de dez anos aqui. Esse empreendimento está reconstruindo um importante prédio que fez parte da história da cidade, com alto padrão e qualidade, e nós vamos mais uma vez oferecer uma gastronomia com essa mesma sofisticação”, comenta Dudu. Os três espaços gastronômicos terão entrada e elevador exclusivos. No terraço, no 24º andar, o rooftop bar terá uma parceria especial para servir coquetéis diferenciados para contemplar a vista de quase 360º da cidade. O projeto de interiores é de Leonardo Cabral, que também assina os projetos do apartamentos e áreas comuns do Viva Curitiba junto com a Housi.

(Foto: Priscilla Fiedler)

O café ocupará toda a esquina e terá ligação direta com o restaurante, no segundo andar do prédio, que terá uma área de cerca de 300 metros quadrados, com pé-direito alto e janelões que proporcionam uma vista única da praça – no mesmo local em que funcionou o clássico restaurante do Lord Hotel na década de 50. Os projetos de interiores de ambos, e também do espaço de eventos, estão ainda em desenvolvimento e serão assinados pelo Estúdio Elmor.

O restaurante irá servir todas as refeições, do café da manhã ao jantar, além de atender eventos especiais no local. O conceito será casual e cosmopolita, para agradar os paladares mais variados em qualquer momento do dia. O cardápio completo para as cerca de 15 horas de funcionamento vai oferecer desde almoço executivo, para a praticidade que o centro exige durante o dia, até pratos mais refinados, com menus especiais para o jantar.

O prédio faz parte do patrimônio histórico de Curitiba, é uma Unidade de Interesse de Preservação (UIP), e o retrofit terá intervenções sutis na estética da fachada, respeitando a memória da obra original. A arquiteta Ivilyn Weigert, que trabalha há cerca de dez anos na pesquisa e no processo de revitalização do edifício, conta que alguns ambientes foram modificados ao longo dos anos, como o pavimento térreo, reformado em 1973. Mas algumas peças de mobiliário dos anos 50 poderão ser restauradas, especialmente algumas que compunham o restaurante do Lord Hotel. Os pisos originais em tacos e uma boa parte da estrutura interna serão restaurados também.

(Foto: divulgação)

Localizado na esquina da avenida Marechal Floriano Peixoto com a rua Cândido de Leão, o Viva Curitiba terá studios e apartamentos de dois quartos e irá oferecer serviços diversos aos hóspedes e moradores. O empreendimento é uma parceria da VR Investimentos com a Housi, startup que funciona como uma plataforma de gestão e administração com foco no público investidor, que busca por alta rentabilidade por meio de locações residenciais, e também como um serviço de moradia digital para o público final, que procura um imóvel pronto e mobiliado para alugar sem burocracia.

“A Housi é uma plataforma de moradia por assinatura, que acompanha o consumidor onde ele estiver, em diferentes fases da vida. A tendência de substituir a posse pela experiência é um movimento global e sem volta e acreditamos que a região Sul tem um enorme potencial para expansão desse modelo de negócios com foco em moradia. Tanto que esse já é nosso quarto empreendimento na parte Sul do país e o segundo no Paraná”, explica Alexandre Frankel, CEO da Housi.

Semelhante ao Flatiron Building, primeiro arranha-céu de Nova York, o edifício com linhas Art Déco foi inaugurado em 1954 para se tornar o Lord Hotel, o mais importante da cidade na época, com 180 apartamentos. A iniciativa foi do empresário libanês Miguel Calluf, com projeto do engenheiro Ralf Leitner. O então governador do Paraná, Bento Munhoz da Rocha, estimulava obras que representassem a modernidade da capital, em comemoração ao Centenário da Emancipação Política do estado.

In this article

Join the Conversation