Pelotas tem um Museu do Doce e a gente te mostra como ele é - TOPVIEW

Pelotas tem um Museu do Doce e a gente te mostra como ele é

A cidade do doce não poderia ter menos do que isso: um museu especialmente sobre isso

Compartilhe

Pelotas é conhecida como a cidade mais açucarada do Brasil – e tem até um lugar pra comprovar isso, o Museu do Doce. Ele se configura como órgão suplementar do Instituto de Ciências Humanas da UFPel e tem como missão garantir os suportes de memória da tradição doceira de Pelotas e da região. E como compromisso, produzir conhecimento sobre esse patrimônio.

A casa histórica que sedia o Museu do Doce foi construída em 1878 a mando de Francisco Antunes Maciel, político pelotense que foi Conselheiro do Imperador. Em 1950, a família mudou-se para o Rio de Janeiro e alugou a casa para uso do comando da atual 8 Brigada de Infantária Motorizada do Exército Brasileiro.

Em 1977, a casa foi tombada em nível federal pelo Iphan e comprada pela UFPel em 2006. Em 2010, a UFPel deu início ao processo de restauração e adequação das instalações para uso do Museu. Em 2013, o restauro foi concluído e o Museu do Doce instalou-se na casa.

Exposição principal

A exposição Entre o sal e o açúcar: O doce através dos sentidos é resultado do trabalho desenvolvido pelo programa de extensão O museu do conhecimento para todos e condensa parte dos recursos que visa ampliar os conteúdos da proposta expositiva. A exposição mostra o doce como expressão de uma memória local, compartilhada pelos muitos saberes e fazeres que congrega.

SERVIÇO

Endereço: Praça Cel. Pedro Osório, Casarão 8, Centro, Pelotas

Telefone: (53) 3921-6291

In this article

Join the Conversation