Hora do desjejum: 7 lugares que servem brunch em Curitiba

Hora do desjejum: 7 lugares que servem brunch em Curitiba

É fim de semana e dá para acordar tarde. O que fazer: tomar café da manhã tarde ou almoçar cedo? O brunch ganha espaço e adeptos em Curitiba

1417 0
Compartilhe

Pular da cama só quando a preguiça deixar, tomar café da manhã tarde, almoçar só quando der vontade – se der vontade – ou fazer as duas coisas ao mesmo tempo. Por que não? No final de semana tudo é permitido e tomar aquela xícara de café preto com pressa está fora de questão. Os americanos é que entenderam isso muito bem quando adotaram o brunch – contração das palavras breakfast (café da manhã) e lunch (almoço) – um café da manhã tardio e um almoço meio adiantado. Não importa se a ideia surgiu porque o inverno rigoroso por lá exigia uma refeição matinal com contornos substanciosos ou simplesmente porque é o day off, um dia de se permitir. A ideia gulosa ganhou fãs no mundo, chegou ao Brasil e, em Curitiba, é servida em alguns estabelecimentos.

Brooklyn

O brunch do Brooklyn Coffee Shop (foto principal) golpeia a fome de uma noite inteira. Ovos pochê, presunto, cogumelos frescos e molho hollandaise montam carro-chefe do cardápio: Eggs Benedict (R$ 16), a guloseima típica norte-americana. Os donos da casa, Daniel e Patricia, moraram por vinte anos em Nova York e, saudosos, resolveram trazer o conceito do brunch para Curitiba quando retornaram. O salmão defumado substitui o presunto no Eggs Norwegian (R$ 21). Tem fofinhas panquecas americanas (R$ 13) servidas com manteiga ou maple syrup e o Western Omelet – omelete turbinadão com cebola, presunto, tomate e queijo (R$ 13). Servido à la carte.

Rua Trajano Reis, 389, São Francisco, (41) 3618-0388. Sábado das 11h às 15h. www.brooklyncoffeeshop.com.br

Prestinaria

Croissant quentinho com manteiga, broa de milho, gateaus que esparramam recheio cremoso, quiches de vários sabores… Dá água na boca a mesa da Prestinaria. Conhecida por seus quitutes, essa confeitaria, que tem aquele quê de café em Paris, abre sua mesa livre somente aos sábados. Pastel assado, diferentes tipos de pães, coalhada, sucos e bebidas quentes compõem a mesa que, não tanto quanto um brunch original, mais parece um café da manhã que se prolonga até a tarde. Pecadinho que vale muito a pena.

Rua Euclides da Cunha, 699 C, Bigorrilho, (41) 3342-4576. Sábado das 7h30 às 15h30; R$ 18,50 adulto, R$ 10 criança. www.pao.com.br

Café Quintana

Rabanada com vinho e leite de coco e canela, queijo coalho grelhado com doce de leite, crumble de maçã com uvas passas e aveia orgânica…O brunch do Quintana Café é uma adaptação ao paladar brasileiro – ainda que bem ousada – do breakfast + lunch dos norte-americanos. No lugar da Mimosa (espumante com suco de laranja, clássico dos EUA), a casa sugere caipiras especiais com frutas brasileiras como caju e graviola.  A cara de almoço aparece em quitutes como vatapá, mas também tem pratões como feijoada, lasanha artesanal e peixe.

Av. do Batel, 1.440, Batel, (41) 3078-8944. Sábado e domingo das 11h30 às 15h30, R$ 62,00/kg ou R$ 41,00. www.quintanacafe.com.br

St Germain

Chineque de goiabada, croissant fresquinho, frutas, cereais… As substanciosas mesas das quatro unidades da confeitaria St Germain não propõem um brunch exatamente, mas ficam  à disposição das 7h às 21h. Em sistema de buffet por quilo, oferecem palitos de queijo (especialidade da casa), salgadinhos, minissonhos e outras guloseimas, além de um cardápio de sucos, como o de clorofila com coco, e  cafés especiais como o Siberian, que é um frozen cofee. A unidade da Ecoville interrompe para buffet de almoço entre 11h30 e 15h30.

Rua Professor Pedro Viriato Parigot de Souza, 2.748, Ecoville, (41) 3151-5252. Av. Visconde de Guarapuava, 4.882, Batel; Al. Princesa Izabel, 1.347, Bigorrilho; Rua Padre Anchieta, 2.075, Champagnat. Segunda a domingo das 7h às 21h; R$ 46/kg (2ª a 6ª) e R$ 59,30/kg (sáb/dom e feriados). www.saintgermain.com.br

Coeur douce

A mesa da Coeur Douce é uma profusão de gulodices para não esquecer jamais. De terça a domingo, o café da manhã é servido das 8 às 11 horas, até que chega a hora do almoço colonial.  E quando você pensa que a mesa com café, bolos, pães, ovos e frios vai dar lugar à refeição convencional, o que acontece mesmo é que ela fica mais farta. Chegam sanduíches de forno, panquecas, empadões e até batata suíça. Gula não é pecado. Faça dessa frase um mantra e esbalde-se sem remorso.

Rua Atílio Bório, 539, (41) 3262-5611. Terça a domingo, das 11h30 às 21 horas, R$ 41. www.coeurdouce.com

Hotel Four Points by Sheraton

A mesa com frutas, pães, frios, risotos e massas é o sinal de que o desjejum do final de semana é levado bem a sério no hotel Four Points by Sheraton. Todos os domingos o hotel oferece um buffet de brunch com tudo o que um café da manhã e um almoço pedem. Uma das especialidades da casa é o tenro pudim de leite. Quem vai em família tem vantagens: o lugar conta com espaço kids e  a criançada tem desconto na comilança (até seis anos não pagam e as de sete a 12 anos pagam 50%). O estacionamento fácil e gratuito, a taça de espumante e a música ao vivo dão o tom de domingo começado tarde e com o pé direito.

Av. Sete de Setembro, 4.211, (41) 3340-4000. Domingo das 12h30 às 15h, R$ 50 + 10% por pessoa.

Atelier Bistrô e Bar

Aqui as manhãs preguiçosas de domingo são celebradas com delícias norte-americanas como eggs benedict (ovos pochê com presunto e cogumelos; R$ 16), aperol spritz (refrescante drinque com bitter aperol e prosecco; R$ 16), bloody mary (vodca, suco de tomate e condimentos), panquecas (R$ 11)…  E também com cardápio brasileiro: queijo minas grelhado, geleias e compotas naturais. Os pães, assados todas as manhãs, levam ingredientes como chia, quinoa real e especiarias, são um destaque especial da casa. Tudo à la carte.

Al. Augusto Stellfeld, 1.527, Batel, (41) 3524-5455.
Domingo das 10h às 15h.

In this article

Join the Conversation