ESTILO

Importação de vinho malbec cresce 42% no Brasil em 2020

Variedade que é o carro chefe entre os vinhos argentinos tem ganhado mais adeptos entre os brasileiros

A importação de vinhos da uva Malbec no Brasil cresceu 42% em 2020 em relação a 2019.  A Argentina, principal exportadora deste tipo de uva no mundo, foi responsável por quase 90% das importações de Malbec no país, mantendo a sua liderança isolada no ranking dos rótulos mais consumidos e aprovados por brasileiros, segundo dados divulgados recentemente pela Ideal Consulting. Já entre os vinhos tintos, o Malbec é o segundo preferido entre os brasileiros, atrás apenas do Cabernet Sauvignon, de acordo com a Wine Intelligence.

Apesar de ter sua origem na França, foi na Argentina que a uva Malbec melhor se desenvolveu e transformou o país vizinho em seu maior produtor mundial, onde a variedade adaptou-se melhor do que qualquer outra região do mundo. Sua adaptação se deu, principalmente, em função do solo seco, das altas temperaturas e da alta altitude.

Cabe destacar que os sabores variam de uma região para outra, tornando-os singulares e elevando a experiência gastronômica de quem os consome. A versão argentina da Malbec, por exemplo, possui uvas com cachos menores e densos, que resultam em frutos proporcionalmente menores.

A vinícola Doña Paula, fundada em 1997 em Mendoza, na Argentina, e produtora de vinhos premium e, uma das principais vinícolas argentinas que importam para o país, observou um aumento de mais de 190% no volume de importação para o Brasil entre 2019 e 2020 com o lançamento no Brasil de produtos já reconhecidos no exterior como Los Cardos, Doña Paula Estate e o ícone da vinícola Seleccion de Bodega.

‘O Malbec da Argentina possui atributos que tornam ainda mais especial as refeições dos brasileiros. No Brasil, churrascos com carne bovina e porco são muito comuns e o Malbec vai muito bem com este tipo de preparo, pois tem aromas frutados que complementam os aromas da carne, fazendo uma harmonização perfeita”, explicou o enólogo da vinícola Doña Paula, Martín Kaiser. O profissional destaca ainda que cada região da Argentina possui características próprias e que isto amplia ainda mais a possibilidade de harmonizar o Malbec argentino com diferentes pratos tipicamente consumidos no Brasil, como por exemplo a feijoada. 

Malbec World Day

O sucesso do malbec é tão grande que uma data foi criada para celebrar essa variedade. O dia 17 de abril é considerado o Malbec World Day (Dia Mundial do Malbec, na tradução), mas as festividades em torno da bebida acontecem ao longo de todo o mês.

A data foi estabelecida em 2011 pela Wines of Argentina, entidade responsável pela imagem do vinho argentino no mundo, com o objetivo de promover a sua uva mais famosa. A data é um marco na transformação da vitivinicultura na Argentina.

Ficha técnica

(Foto: divulgação)

Região: Região: Finca Alluvia, em Gualtallary (Tupungato, Valle de Uco), e Finca Los Indios, em Altamira (San Carlos, Valle de Uco)

Variedade: 100% Malbec

Colheita: 2017

Álcool: 13.5%

Acidez: 5.63g/l

Açúcar residual: 1.8g/l

pH: 3.7

Preço sugerido: R$ 99,90

(Foto: divulgação)

Região: Luján de Cuyo, Mendoza – Argentina

Variedade: 100% Malbec

Colheita – 2018

Teor alcoólico: 13,5% Alc. Vol.

Acidez – 5,4 g / l

Açúcar residual – 1,8 g / l

Ph – 3.7

Preço sugerido: R$ 59,90

Deixe um comentário