Conheça a exposição sensitiva do Museu da Fotografia de Curitiba

Fotografia para deficientes visuais: é a incrível proposta da uma exposição em Curitiba <3

Na exposição, acessível para cegos, os visitantes também foram contemplados com uma apresentação da Cia Ballet de Cegos da Associação Fernanda Bianchini

4396 0
Compartilhe

A arte acessível para todos os públicos cada vez mais conquista os espaços de museus. Com a exposição “De Fotografia à TactographyTM” do Museu de Fotografia de Curitiba, a proposta é explorar os sentidos táteis com alto relevo 3D, trazendo a experiência da fotografia também para os deficientes visuais. Estiveram presentes na inauguração o autor da obra e fotógrafo brasileiro radicado na Suíça, Gabriel Bonfim, os membros do Instituto Paranaense de Cegos (IPC) e o curador da exposição, o suíço Thomas Kurer

Leia também: a programações cultural foi preparada para receber pessoas com deficiência visual e auditiva

Um grande destaque do evento no Solar do Barão foi a linda apresentação da Cia Ballet de Cegos da Associação Fernanda Bianchini, de São Paulo. Os visitantes que enxergam também puderam explorar a obra com a sensação tatil, para isso foram oferecidas vendas para os olhos.

Fernanda Bianchini, que leve o nome do grupo de ballet, esteve por lá e postou um vídeo da apresentação do grupo de ballet no seu Instagram. “Imagens maravilhosas num lugar incrível ❤”, publicou.

Em cartaz no Museu da Fotografia de Curitiba

A exposição fica em cartaz até 10 de junho, para mais informações acesse a página oficial da Fundação Cultural de Curitiba.

Neste Artigo

Converse com a Gente