ESTILO

Evino inclui 28 marcas ícones no portfólio premium de vinhos

A nova categoria já conta com 73 rótulos de vinícolas como M. Chapoutier, CVNE, Elvio Cogno, Cesari e Piper-Heidsieck, e deve chegar aos 150 até o final deste ano

A Evino sempre valorizou a imersão e democratização do universo do vinho – não por acaso conquistou o posto de maior e-commerce da bebida na América Latina -, focando inicialmente na relação custo-benefício para cada vez mais proporcionar aos brasileiros experiências e histórias com o vinho. Sempre atenta ao mercado, a empresa percebeu uma evolução nos consumidores, que passaram a procurar cada vez mais rótulos bem avaliados para ocasiões especiais, e a oportunidade de atender um público mais tradicional, de experts do vinho que buscam marcas reconhecidas.

Apesar de já oferecer vinhos bem conceituados (40% do portfólio da Evino é composto por rótulos considerados premium, com cerca de 550 opções à venda no site e no aplicativo), a empresa percebeu que era a hora de dar um passo além e trazer marcas ícones do mundo do vinho até o consumidor e agregando ainda mais valor à sua experiência.

Assim nasceu o projeto Produtores Renomados, que atualmente conta com 73 rótulos de vinícolas reconhecidas globalmente, quantidade que deve chegar até 150 no final deste ano com mais de 50% deles sendo vendidos exclusivamente pela Evino. São 28 marcas ícones presentes na categoria (a expectativa é chegar a 34 até dezembro), com representantes das principais regiões produtoras de vinho.

“Com a ampliação do nosso portfólio, queremos fazer parte de mais momentos das vidas dos nossos clientes, do iniciante ao expert, oferecendo o vinho do dia a dia e também o vinho das ocasiões especiais. Nosso time de compras trabalha incessantemente procurando novas oportunidades e todos os vinhos são degustados pelo nosso time de experts antes de iniciarmos as negociações, tudo isso para levar ao cliente um portfólio robusto e repleto de oportunidades”, explica Gorenstein.

Destaques da categoria

Da França, a empresa trouxe rótulos da M. Chapoutier, principal nome do Vale do Rhône e com mais de 200 anos de história. Em 1990, o famoso e atual enólogo Michel Chapoutier, bisneto do fundador, assumiu a direção, tornando a vinícola um ícone da produção de vinhos orgânicos e biodinâmicos, que conquistam ótimas pontuações da imprensa especializada.

Desse mesmo país, a Evino trouxe Piper-Heidsieck, uma das maisons mais renomadas na região de Champagne e cuja primeira embaixadora da marca foi a rainha Maria Antonieta. O primeiro champanhe a aparecer nas telas do cinema foi o Piper, se tornando o favorito de Hollywood e da atriz Marilyn Monroe – não à toa, o espumante da marca é a bebida oficial do Oscar e do Festival de Cannes. Atualmente a Piper-Heidsieck atua como patrona do cinema e assumiu compromisso com a viticultura sustentável.

Da Itália, um dos destaques é a Elvio Cogno, localizada na região do Piemonte. Famosa pelo vinho Barolo, a vinícola foi eleita uma das 100 vinícolas do ano pela Wine&Spirits em 2020. Com vinhas de até 120 anos de idade, Elvio Cogno é uma das vinícolas mais importantes da Denominação de Ravera, reconhecida pela capacidade de gerar vinhos resistentes e longevos.

A Evino também trouxe vinhos de uma das vinícolas mais clássicas da região espanhola de Rioja, a Compañía Vinícola del Norte del España (CVNE), cuja adega foi projetada pelo engenheiro Alexandre Gustave Eiffel. Fundada em 1879, a vinícola produz vinhos excepcionais desde 1879 com a uva local Tempranillo, usada em blend com outras castas locais, como a Graciano e a Mazuelo. Hoje a companhia continua sob os cuidados da família, já na 5ª geração, e tem a produção liderada pela premiada enóloga María Larrea.

Outros nomes presentes na categoria são Xavier Vignon, Valduero, António Maçanita e Cesari, que se juntam a nomes de peso já presentes, como Jean-Pascal Lacaze e Bodega Goulart. Para a criação do Produtores Renomados, a empresa investiu R﹩ 5 milhões, seu maior investimento em um portfólio até então. A categoria não tem um recorte de preço, porém como fazem parte do segmento premium, os vinhos são vendidos a partir de R﹩ 64,90.

“Mais do que preço, cada rótulo tem um valor agregado às novas experiências que pode oferecer. Nosso portfólio é uma constante evolução e muito disso se deve ao crescimento do consumo de vinhos no País, assim como ao amadurecimento do paladar dos brasileiros. Atendemos desde os iniciantes até os iniciados, e agora, com a categoria de Produtores Renomados, atendemos também os consumidores mais conectados ao trabalho de produtores renomados”, diz Gorenstein.

Deixe um comentário