ESTILO

Estilo industrial em casa: como criar uma decoração com essa temática?

Entenda como surgiu a tendência e saiba o que você pode fazer para usá-la no seu lar

Tubulações, tijolos e estruturas de metal envelhecido ou cimento queimado, tudo à mostra. Esses são alguns sinais de que você está entrando em um local com estilo industrial, que é uma das tendências quando o assunto é decoração da casa.

O estilo surgiu nos anos 70, após a segunda Revolução Industrial. Nessa época, várias fábricas e armazéns foram abandonados em regiões bem localizadas. O mercado imobiliário, então, tratou de dar um novo uso a esses espaços, para abrigar tanto empresas quanto residências.

Além das estruturas aparentes, outra característica marcante do estilo é o pé direito alto, que hoje é referência para o design de interiores que preza por esse estilo. Por utilizar menos materiais, essa tendência também é considerada mais sustentável e ganha espaço entre o público que busca evitar o desperdício.

Gostou da ideia? Para decorar a sua casa nesse estilo, há várias estratégias possíveis. Algumas vão exigir uma reforma, mas também é possível dar esse clima utilizando papéis de parede ou até mesmo apenas alguns móveis e objetos. A seguir, fizemos uma lista com algumas ideias que podem te inspirar.

Paredes e superfícies rústicas

Uma das características mais marcantes desse estilo são as estruturas aparentes e sem acabamento refinado. Aliás, a ideia aqui é que paredes, superfícies e teto pareçam rústicos e até desgastados.

Se você está construindo, pode focar nos materiais simples e brutos. Mas, se quer apenas redecorar, pode investir em papéis de parede e adesivos para teto que imitam o estilo. Se bem aplicados, eles podem causar um efeito bem realista.

Piso sem refinamento

O piso de cimento bruto é a cara do estilo industrial. Contudo, como a tendência também tem uma pegada clean, os antigos pisos de madeira conversam bem com esse tipo de decoração. Cerâmicas, porcelanatos e outros desse estilo não têm nada a ver. Para esses casos, adesivos para pisos podem ser boas ideias.

Tubulação aparente

As tubulações da parte elétrica e hidráulica à mostra são outra marca do estilo. Para quem está construindo essa é uma opção que pode ser, inclusive, mais econômica, pois exige menos material e acabamento.

Para quem só quer redecorar, uma opção pode ser investir em acessórios e objetos que imitam essa função. Existem luminárias e alguns objetos, como ventiladores de teto, que podem ser instalados facilmente e dão um toque diferente a qualquer decoração, da mais moderna à mais clássica.

Espaço aberto

O estilo industrial começou em galpões, por isso valoriza muito o espaço aberto, sem divisões bem definidas entre os cômodos. Pode ser uma boa ideia derrubar algumas paredes para isso. Lofts e casas com segundo andar integrado já são perfeitas para esse tipo de decoração.

Decoração clean

Esse é um estilo bastante minimalista e, portanto, menos é mais. Se você vai investir em móveis e objetos decorativos com esse estilo, tenha em mente que não precisa comprar muita coisa. Os espaços vazios devem fazer parte do estilo.

Tons naturais ou escuros

As cores-base do estilo industrial são aquelas dos materiais brutos ou em tons escuros, como a madeira, o metal ou o piso. Seguindo a linha clean, cores como cinza ou branco gelo também costumam combinar bem.

Isso não quer dizer, no entanto, que você não possa misturar alguns elementos coloridos à decoração. Na verdade, objetos de cores marcantes podem dar um ar cool e moderno ao estilo, deixando o ambiente cheio de personalidade.

Acabamentos em metal

Valorizando os materiais brutos, os acabamentos em metal têm tudo a ver com o estilo. Isso vale tanto para as portas e janelas quanto para os móveis e acessórios de decoração. Madeira também costuma conversar bem com esse estilo de “armazém antigo”.

Deixe um comentário