ESTILO

“Estilo Comfy” é tendência na decoração de ambientes em 2022

A combinação de elementos naturais e decorativos garante um toque extra de aconchego e bem-estar ao lar

Aprendizados, transformações e novas prioridades. Assim como as mudanças experimentadas ao redor do mundo nos últimos tempos fizeram com que todos olhassem para o verdadeiro sentido de ser e estar, elas trouxeram ao centro das prioridades o como e onde vivemos. 

A casa voltou a ganhar um olhar especial, simbolizando um lugar de segurança, aconchego e revelando muito da personalidade de cada um. Não é à toa que uma nova maneira de pensar os elementos que compõem os ambientes virou uma tendência mundial

É o “estilo comfyabreviação da palavra “comfortable” em inglês que, traduzido para o português significa confortável.

Na decoração de interiores, a arquiteta do Grupo A.Yoshii em Londrina, Ana Paula Pimentel, explica que o estilo pode ser caracterizado “pela combinação de objetos e elementos decorativos que conferem aconchego e leveza aos ambientes com o objetivo de estabelecer uma estética confortável e tranquila”. 

Os elementos naturais, “como móveis executados com madeiras, fibras, tecidos naturais e pedras que, juntamente com a iluminação e ventilação naturais, proporcionam ambientes que conectam o morador à natureza e convidam ao relaxamento e bem-estar simbolizam muito bem essa tendência”, afirma a arquiteta. 

Os empreendimentos do Grupo A.Yoshii evidenciam o estilo comfy em diferentes propostas. Além dos espaços integrados do Epic, projeto de luxo do grupo localizado em Curitiba, a sensação de bem-estar é ampliada pelas paredes revestidas em madeira e tons claros, assim como o mobiliário fluido e espontâneo. 

“As cores mais claras ou neutras dão esse efeito de acolhimento nos ambientes, e a combinação orgânica de linhas curvas e retas garante a tranquilidade e a elegância com conforto, o que caracteriza a estética comfy”, completa a profissional. 

Em Campinas (SP), o empreendimento Aura incorpora a arquitetura biofílica, promovendo a harmonia e o equilíbrio entre o homem e a natureza. A biofilia aplicada em centros urbanos e paisagem de espaços construídos proporciona sensação de acolhimento por meio das percepções olfativa, tátea, sonora e visual criando um laço de pertencimento com o ambiente.

Toque macio

Alguns elementos que já são indispensáveis em casa também ajudam a compor a estética comfy, como almofadas, cortinas, mantas e tapeçarias. A arquiteta da A.Yoshii destaca que o diferencial na presença desses itens está no toque mais macio. 

“Os modelos podem variar de tamanhos e cores, desde que tenham essa textura mais confortável, para ficar à vontade mesmo. A pandemia trouxe várias mudanças de comportamento na sociedade, entre elas, a necessidade de uma permanência maior dentro de casa, e, com isso, o olhar das pessoas está mais atento a tudo que está relacionado ao aconchego”, afirma.

Nos lançamentos Atmosphere, em Maringá (PR) e Casa Palhano, em Londrina (PR), a versão comfy surge nas cadeiras com revestimentos mais macios, nos sofás e cabeceiras almofadados e nos tecidos em geral, mais suaves ao toque. Ambos são projetos orgânicos, que valorizam a liberdade das formas e priorizam os aspectos circulares no mobiliário. 

Deixe um comentário