ESTILO

Especial Foz do Iguaçu: Itaipu celebra os 107 anos de Foz do Iguaçu com investimentos e parcerias

A empresa coloca em prática uma série de iniciativas, em diferentes frentes, como infraestrutura, auxílio emergencial e capacitação de profissionais de vários setores

Neste aniversário de 107 anos de Foz do Iguaçu, a Itaipu presenteia a cidade que a acolheu com uma série de iniciativas e ações para impulsionar a economia local e prepará-la para a grande retomada do crescimento que deve acontecer após o fim da pandemia de covid-19. Algumas dessas ações beneficiam todos os moradores da cidade e outras, mais pontuais, vão atender, aproximadamente, 30 mil iguaçuenses, o equivalente a quase 12% da população do município, conforme o último censo demográfico.

O pacote de investimentos inclui a Ponte da Integração Brasil-Paraguai, a Perimetral Leste, a reforma do Aeroporto Internacional, a duplicação de 8,5 km da Rodovia das Cataratas, a construção do Mercado Municipal e também de ciclovias, pistas de caminhadas, melhorias de paisagismo e a revitalização do Gramadão da Vila A, entre outros.

Obra da nova ponte da Itaipu Binacional. (Foto: Rubens Fraulini/ Itaipu Binacional e Alexandre Marchetti/ Itaipu Binacional)

Em junho, iniciou-se uma capacitação de 2,2 mil profissionais de vários setores, especialmente do turismo, e também da campanha de promoção do segmento, com a divulgação do Destino Iguaçu e a captação de eventos, por exemplo. Também está prevista a doação de 20 mil cestas básicas para a população em situação vulnerável, em data a ser definida.

“São contrapartidas que fazemos em prol de uma cidade que tão bem acolheu nosso empreendimento e nosso corpo funcional de forma bastante respeitosa e carinhosa”, diz o diretor-geral brasileiro da Itaipu, general João Francisco Ferreira.

Diretor-geral brasileiro da Itaipu, general João Francisco Ferreira. (Foto: Rubens Fraulini/ Itaipu Binacional e Alexandre Marchetti/ Itaipu Binacional)

Apoio ao turismo

O programa Capacita Foz já beneficiou 150 pessoas, com bolsa-auxílio mensal de R$ 450, por três meses, no ano passado. Agora, em uma versão ampliada, vai atingir 2.250 trabalhadores,
com bolsa-auxílio de R$ 550, pelo mesmo prazo.

A iniciativa é da Itaipu, sob gestão do Instituto Polo Internacional Iguassu, consultoria do Sebrae e apoio de diversas entidades parceiras. O público-alvo é formado por camareiras, guias de turismo, motoristas de aplicativos, atendentes, recepcionistas, cozinheiros, garçons e trabalhadores da área de eventos, entre outros.

As aulas são online. Depois de capacitados, esses profissionais poderão, inclusive, ser contratados através de uma vitrine que funcionará por meio de um aplicativo. Os serviços desses profissionais e a forma de contratação serão divulgados ao final da capacitação. Considerado um destino seguro pela adoção de práticas sanitárias pioneiras, no ano passado, Foz do Iguaçu saiu na frente e conseguiu mitigar os efeitos da pandemia, promovendo uma visitação segura e a manutenção de postos de trabalho por meio de iniciativas como a campanha Vem pra Foz, desenvolvida pela Itaipu em parceria com várias entidades do trade turístico.

A Itaipu faz parte da história de Foz do Iguaçu desde 1974. A binacional foi criada para construir e depois operar a maior hidrelétrica do mundo. (Foto: Rubens Fraulini/ Itaipu Binacional e Alexandre Marchetti/ Itaipu Binacional)

Combate à Covid-19

A Itaipu também vem contribuindo para a saúde e o bem-estar da população de Foz do Iguaçu, com foco especial nos mais necessitados. Somente no apoio ao combate à pandemia de covid-19, por exemplo, foram investidos mais de R$ 85 milhões, desde o ano passado. Além da compra de testes, da compra de equipamentos e da montagem de UTIs, o recurso também foi utilizado como auxílio emergencial, que ajudou dezenas de entidades de ajuda humanitária.

*Caderno especial Foz do Iguaçu publicado na edição #250 da revista TOPVIEW e apresentado por Itaipu Binacional.


PROMOTOP: material publicitário em formato nativo. A responsabilidade sobre as informações é do escritor e não expressa necessariamente a opinião da TOPVIEW.

Deixe um comentário