Janine Mathias lança seu primeiro disco solo "Dendê"

ON REPEAT! Janine Mathias lança seu primeiro disco solo

Rap e Samba fazem o Dendê de Janine o retrato da música popular brasileira contemporânea

448 0
Compartilhe

Janine Mathias acaba de lançar seu primeiro disco solo, “Dendê”. “Esse trabalho é fruto da minha trajetória. Musicalmente é o que em mim tudo tempera. É o óleo que azeita, fortifica, unta, apazigua e ganha outras formas, usos e significados”, ressalta a cantora.

Já na abertura, “Pérola Negra“, de Val Andrade, canta a autoestima da mulher negra e representa a questão mais poderosa da ancestralidade. “O objetivo é transformar, para melhor, a vida de quem ouve, nós mulheres negras aprendemos muito depois o valor de nossa existência”.

Em seguida, a faixa-título, “Dendê”, tem participação de Rincon Sapiência, que também assina a letra em parceria com Eduardo Brechó e a própria artista. “Essa coisa de colocar a música em um pedestal, onde o que é popular não entra, sempre me incomodou. Eu sou uma mulher negra, minha música pulsa o “pancadão” e me importo com o que nasce nas raízes da favela. Pensando em tudo isso, esse single surgiu no estúdio, já no último dia de gravação. Eu estava brincando que, quando tivesse 50 anos, faria um funk. E não é que fiz bem antes disso?”, brinca.

Com os versos que não pedem licença para continuar, a ousada “Deixa Eu Ir á Luta”, do Leandro Lehart, encerra o disco. “Sambamos muito. Agora, vamos bater cabelo na boate com essa Art Popular. Quem é da minha idade sabe, exatamente, o que essa música representa. Eu dedico para minha tia Jô”, finaliza.

Janine Mathias, Brasilense radicada, desde 2009, em Curitiba, desenha, em “Dendê” o retrato da música popular brasileira contemporânea.

Neste Artigo

Converse com a Gente