10 documentários na Netflix pra quem quer “fugir” da Copa (ou não)

10 documentários SENSACIONAIS na Netflix pra quem quer “fugir” da Copa (ou não)

Pra quem curte obras cinematográficas que conversam com a realidade, a equipe TOPVIEW indica os melhores docs em diversas categorias

Compartilhe

O diferencial dos documentários é que eles mostram a realidade de maneira mais ampla e interpretativa. Diferente dos filmes ficcionais, esse tipo de obra cinematográfica é utilizado como forma de expressão da sociedade e registro dos acontecimentos. Entretanto, isso não significa que eles não possam ser leves, divertidos e motivadores. A equipe TOPVIEW selecionou 10 documentários na Netflix com temáticas sociais – leves, divertidas ou polêmicas – para você se distrair entre uma partida e outra nesta Copa do Mundo de Futebol, ou só fugir dela mesmo.

10 documentários na Netflix para se impressionar

O renascimento do parto
Neste documentário, a realidade médica e obstétrica mundial é mostrada por meio de relatos de mães e profissionais da área da saúde – que revelam experiências traumáticas em relação ao parto e à cesárea. Diante dessa realidade, o papel das doulas representa uma alternativa ao modelo adotado convencionalmente pelos hospitais. Ou seja: O Renascimento do parto tem como objetivo questionar a intervenção médica dominante, enquanto reforça o papel da mulher durante o parto.

Get me roger Stone
Para quem curte política, esse é um prato cheio! Em Get me Roger, é explorada a vida e a carreira de Roger Stone, notório trapaceiro e republicano, que foi conselheiro de Trump por um longo tempo e o ajudou a criar sua carreira política. Embora o documentário seja anterior à vitória do Trump e tenha sido gravado durante a campanha, é inegável seu caráter informativo – resultado das longas entrevistas com o próprio Stone sobre os fatos mais importantes e polêmicos da sua carreira.

As casas mais extraordinárias do mundo
A premissa “Piers Taylor, arquiteto renomado, e uma atriz experiente, Caroline Quentin, saem em busca das casas mais inventivas e inesperadas do mundo” pode parecer bobo de início, mas essa não é a palavra para descrever o doc – muito menos as casas, que presenteiam o documentário com paisagens incríveis. Os episódios são divididos geograficamente em montanha, floresta, litoral e subterrâneo. Por isso, a dupla viaja para os lugares mais inusitados, encontrando construções originais, algumas enterradas na terra, e outras até presas em um penhasco.

Iverson
Gravado sem cortes, o longa acompanha a vida difícil e a carreira de grande sucesso do jogador de basquete Allen Iverson, um ícone da NBA. O toque intimista do filme é caracterizado pela atenção dada à vida do jogador longe das quadras, seus sentimentos perante a profissão e ao sucesso, assim como os relatos da sua infância em um bairro com alto índice de criminalidade nos Estados Unidos. Iverson é famoso por impactar o jogo, os telespectadores, a imprensa e a própria NBA. Para quem curte basquete e quer saber um pouco mais sobre a NBA, Iverson é uma excelente escolha.

Investigação Criminal
Amador em aspectos técnicos, mas brilhante na apuração e na apresentação das histórias. Investigação Criminal se propõe a contar de maneira aprofundada a história de grandes crimes brasileiros, como o dos Nardoni, dos Richthofen, de Mércia Nakashima e do cartunista Glauco. Produzida em forma de série-documentário, são os profissionais relacionadas ao crime em questão que revelam os bastidores da investigação.

27: Gone too soon
A similaridade dos 27 anos, idade em que muitos músicos morreram, ajudou a construir a crença popular no “clube dos 27”, termo que se refere à crendice de que um alto número de músicos da música popular morreram nesta mesma idade. 27: Gone too soon explora a vida e a morte de alguns desses músicos, como Jimi Hendrix, Jim Morrison, Brian Jones, Janis Joplin, Kurt Cobain e Amy Winehouse.

Wild Wild Country

Wild Wild Country é um documentário em seis capítulos sobre o controverso guru indiano Bhagwan Shree Rajneesh (Osho), líder de uma seita que construiu uma cidade utópica no deserto do Oregon. Antelope, a pequena cidade em que o rancho foi construído, foi escolhida para a criação da cidade de Rajneeshpuram. Embora a construção fosse um sonho do Bhagwan, gerou polêmicas e escândalos de proporções nacionais, visto o conflito criado com os moradores da cidade.

The True Cost
Admirável pelo tom de denúncia, este documentário aborda a importância da indústria. Embora o argumento das marcas é que elas oferecem oportunidades de emprego, as tragédias que ocorrem nas fábricas, as péssimas condições de emprego e a remuneração irrisória – como centavos de dólar por hora trabalhada – resultam nesse doc. Em The true Cost é abordada a relação entre a indústria de moda e os impactos ambientais e sociais causados pela exploração dos trabalhadores nas fábricas.

Crescendo como Coy

Nesse documentário é apresentada a batalha pública e jurídica de uma família do Colorado para que a sua filha transgênero, Coy, tenha o direito de usar o banheiro das meninas na escola primária. A batalha foi amplamente divulgada e o caso se tornou referência em processos por direitos civis. Embora a temática seja específica, o filme também é abrangente quanto às reflexões que deixa: “Até onde você lutaria para que sua criança tenha direitos iguais aos demais?”

Chefs Table

Em formato de série-documentário, Chefs Table tem o objetivo de apresentar estrelas da culinária espalhadas pelo mundo. São seis episódios na primeira temporada, cada um retratando a gastronomia de um chef em particular. A primeira temporada apresentou lugares como o interior americano, Patagônia, Itália, entre outros. É a redefinição da gastronomia, exibida por pratos inovadores e sobremesas tentadoras, que renderam ao documentário uma indicação do Emmy.

E aí, você também tem alguma indicação de documentário na Netflix? Deixe nos comentários!

In this article

Join the Conversation