Empresa de décor representa marca sustentável no mercado de arquitetura e design de interiores - TOPVIEW

Empresa de décor representa marca sustentável no mercado de arquitetura e design de interiores

Antes de se tornar uma palavra da “moda”, a Florense já desenvolvia processos sustentáveis e que protegem o meio ambiente

24 0
Compartilhe

Há 32 anos no mercado de design paranaense, a Florense Carlos de Carvalho preserva a sintonia que a marca italiana oferece na proteção do meio ambiente e sustentabilidade de suas ações. Desde 2001, a empresa conquistou o certificado de gestão ambiental ISO 140001, tornando-se a primeira fábrica de móveis brasileira com o registro, e continua contribuindo com ações sustentáveis e socialmente justas.

“O processo produtivo da indústria possui 100% de reaproveitamento de matérias-primas e o Selo FSC, que garante que toda a madeira utilizada é de reflorestamento ou manejo sustentável. Essas certificações asseguram que todos os materiais nobres utilizados na composição dos projetos são de origens corretas e protegem o meio ambiente”, relata o sócio da franquia na Carlos de Carvalho, em Curitiba (PR), Nelson Calcagnotto.

Na planta fabril da empresa, mesmo com todo o trabalho fatto a mano – característica da marca desde a origem da empresa -, 98% da lâmina de madeira e alumínio e 99% da pintura e do laminado decorativo são usados no processo produtivo, e a diferença transforma-se em resíduos reutilizados pelos fornecedores e fonte de energia limpa no processo de fabricação, através da queima em caldeira, com emissões atmosféricas controladas, completando 100% de reaproveitamento.

Muito antes de se tornar uma palavra da moda e, atualmente, de ordem para as empresas, a Florense estabeleceu um amplo comprometimento na preservação do meio ambiente. Os critérios de gestão avaliados para a concessão das certificações envolvem todos os aspectos relativos à sustentabilidade, desde a origem, forma de extração e processos produtivos das matérias-primas até a destinação final dos resíduos industriais, passando por todas as etapas de usinagem, logística e manuseio de materiais. O certificado, concedido pela Det Norske Veritas e homologado pelo Inmetro, credencia a Florense como “green company”.

O trabalho de adequação do parque fabril para a certificação ISO 14001 teve início em 1994, quando a Florense implantou princípios básicos e organizou uma campanha de conscientização dos colaboradores sobre a importância do uso de matérias-primas limpas e processos industriais com menos desperdício e uso racional de água e energia. Máquinas e equipamentos passaram a ser gradativamente substituídos por outros com menor consumo e não poluidores. Cada passo da fabricação dos móveis foi repensado, levando em conta todo o seu entorno.

Em 2010, com investimentos na ordem de R$ 40 milhões, a empresa completou a reestruturação de todos os processos, implantando o maior centro de acabamentos de móveis do Brasil (entre os melhores do mundo), com tecnologia de última geração ecologicamente correta.

Na loja, situada no coração da capital paranaense, as ações sustentáveis são trazidas desde os primeiros anos de atuação. “Procuramos preservar toda a origem ecológica da marca, contribuindo com pequenas atitudes que fazem a diferença no meio ambiente, como o consumo racional de energia elétrica, água e lixo”, destaca Calcagnotto

Socialmente justo

Além de ser uma empresa ecologicamente correta, a franquia da Carlos de Carvalho corrobora para um ambiente socialmente justo, com o apoio à comunidade local. “Além de ser uma empresa que gera renda à mais de 44 famílias, a franquia na Carlos de Carvalho também intercede na região carente de atenção, contribuindo para ações sociais e de desenvolvimento humano”, relata o sócio da loja, relembrando as atividades desenvolvidas pelo projeto Somos + Arq. PR em Curitiba, região metropolitana e litoral do Paraná, no combate a proliferação da COVID-19, em que é parceira.

In this article

Join the Conversation