CULTURA ARTES

Semana de Arte Moderna: Espaços culturais se preparam para celebrar o centenário

Os museus Casa Guilherme de Almeida e Casa Mário de Andrade e as Oficinas Culturais iniciam programação dedicada ao centenário da Semana de 22
O centenário da Semana de Arte Moderna será celebrado em 2022, mas os espaços culturais já têm o tema presente em sua programação. Os museus Casa Guilherme de Almeida e Casa Mário de Andrade, bem como as Oficinas Culturais, equipamentos da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo e gerenciados pela Poiesis, promovem atividades on-line gratuitas dedicadas à manifestação cultural que marcou o início do modernismo no Brasil.

Para Augusto de Campos, a Antropofagia é “a única filosofia original brasileira”; para Oswald de Andrade, é o movimento que “salvou o sentido do Modernismo”. O minicurso Da fome de Brasil: antropofagia e modernismo é um “banquete antropofágico” sobre os sentidos de brasilidade que a Semana de Arte Moderna comprou e que o Movimento e o Manifesto de 1928 colocaram à mesa. As aulas serão transmitidas às segundas-feiras, nos dias 13, 20 e 27 de setembro e 4, 18 e 25 de outubro, das 19h às 21h. As inscrições devem ser feitas neste link .
 
A palestra A culinária e a música na sala de Mário de Andrade pretende revelar o sentido da culinária e da música como importantes estímulos sensoriais nas antigas recepções promovidas pelo autor na sala de sua residência. A atividade, que integra a programação da Jornada do Patrimônio 2021, será realizada pelo Zoom no dia 11 de setembro, das 16h30 às 18h30. As inscrições devem ser feitas aqui até o dia do evento.
 
Tendo como contexto o movimento da Semana de Arte Moderna de 1922, cada participante da oficina Dramaturgia e escrita literária – O documento como matéria de criação: Fantasmas da Semana de 22 irá desenvolver um texto a partir de documentos da época, que serão apresentados e discutidos ao longo dos encontros. Estes textos serão compartilhados com o público em um formato a ser definido. Pelo Zoom, os encontros acontecerão às segundas-feiras de 20 de setembro a 25 de outubro, das 17h às 19h. Para participar, é necessário se inscrever neste link até o dia 15 de setembro.

 
O livro “A Arte de Devorar o Mundo: Aventuras gastronômicas de Oswald de Andrade” faz um recorte culinário da biografia e obra do principal autor antropófago que embalou o modernismo brasileiro nos anos 20. Uma abordagem que leva o leitor a saborear as aventuras gastronômicas de Oswald e sentir o cheiro do banquete artístico modernista da década de 1920. O lançamento do livro, mediado por Thiago Saraiva, superintendente do Programa Oficinas Culturais, contará com a presença do autor Rudá K. Andrade e da escritora e historiadora Márcia Camargos. Para participar do evento, os interessados deverão se inscrever neste link até o dia 29 de setembro.

Em outubro, outras duas atividades integram o ciclo de lançamento do livro de Rudá. No dia 15 de outubro, sexta-feira, às 18h, o autor conversará com Vivian Aguiar pela plataforma Zoom. As inscrições estão disponíveis até o dia 13 de outubro neste link . No terceiro e último encontro do ciclo, a convidada é a pesquisadora gastronômica Flávia Couto, que irá falar sobre culinária e antropofagia. O bate-papo acontecerá dia 28 de outubro, quinta-feira , às 17h com transmissão aberta pelo Instagram das Oficinas Culturais .

As atividades integram a programação do Modernismo Hoje , conjunto de ações da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo de São Paulo para celebrar o centenário da Semana de Arte Moderna de 1922.

Deixe um comentário