ESTILO

Conceito de hospedagem inteligente chega ao Brasil; saiba mais

Proptech inaugura atividades em São Paulo com 90% de ocupação em seus apartamentos exclusivos que unem tecnologia, conforto e imersão na cultura local

Casai, startup latino-americana de hospedagem inteligente, acaba de inaugurar suas atividades em São Paulo como parte do processo de expansão da marca na América Latina. Com expectativa de investimento de cerca de R﹩100 milhões nos próximos anos, o Brasil é o primeiro país a receber as operações da empresa com sede na Cidade do México.

A proptech recebeu financiamento equivalente a mais de R﹩300 milhões em rodada que envolveu grandes investidores de tecnologia, como Monashees Capital, Kaszek Ventures e Andreessen Horowitz e chega ao mercado brasileiro trazendo um novo conceito para o setor de hospitalidade. O lançamento da marca no país ocorre no momento em que os próprios viajantes buscam experiências consistentes e diferenciadas, em hospedagens flexíveis que tragam segurança sem perder a sofisticação.

Casai significa casa inteligente e seu modelo de negócio consiste justamente em oferecer apartamentos exclusivos, com design único e funcionalidade smart home, 100% conectados e gerenciados por meio de dispositivos e equipados para estadias curtas ou prolongadas.

Com o intuito de se tornar referência em hospedagem flexível apoiada em tecnologia, a empresa oferece soluções inteligentes para entregar não só mais conforto e praticidade aos hóspedes, mas também formas mais seguras de acomodação em um cenário de pandemia.

Enquanto, segundo a Organização Mundial do Turismo , o setor via uma queda de 74% em viagens internacionais, a Casai triplicou de tamanho e manteve uma taxa de ocupação em torno de 90% em suas unidades da capital paulista, localizadas em bairros nobres, como Vila Olímpia, Pinheiros, Jardins e Itaim Bibi.

“A Casai foi criada como uma empresa de tecnologia impulsionada por uma mudança necessária no setor de hospitalidade. A inovação sempre fez parte do nosso DNA e, com a chegada da pandemia, procuramos desenvolver funcionalidades que permitissem aos nossos hóspedes ter a melhor experiência possível, mas com menos riscos,” diz Nico Barawid, CEO e cofundador da Casai.

A tecnologia está presente em todos os aspectos da operação da empresa, desde a escolha das unidades até o gerenciamento do inventário e dos pedidos de clientes com base nas tendências de comportamento do público. O acesso inteligente sem chave permite check-in sem a necessidade de contato físico. Já o Butler, um sistema interno desenvolvido pela própria Casai, se conecta ao aplicativo dos hóspedes, que passam a ter o controle sobre toda a experiência interativa dentro do apartamento e com suas solicitações respondidas remotamente.

O atendimento aos hóspedes fica ainda mais personalizado e completo com o apoio da equipe de concierges, disponível sete dias por semana. Este suporte, coordenado por pessoas reais de forma digital, busca atender a todas as demandas, como disponibilizar itens extras, orientar sobre serviços de apoio (de informações sobre supermercados e farmácias até parceria com laboratório para teste de Covid-19) e recomendar restaurantes renomados na região.

Estas indicações, aliás, são cuidadosamente selecionadas por quem conhece São Paulo melhor do que ninguém: seus próprios habitantes. Identificados como Neighbors (vizinhos), este projeto busca trazer um senso de pertencimento local. Ao seguirem as recomendações de seus novos “vizinhos”, o hóspede terá contato com ambientes frequentados pelos moradores da cidade, o que proporciona uma estadia mais autêntica. Esta imersão na cultura local é um dos elementos mais importantes da experiência Casai.

Parcerias com artistas regionais reforçam a preocupação com a localidade das experiências, sem abrir mão da qualidade e consistência presente em todas as unidades da startup. Cada apartamento é minuciosamente decorado por especialistas em design da própria empresa, prezando pelo uso de produtos sustentáveis e marcas de origem local.

O seu design único levou a Casai a receber o prêmio gold na categoria design de interiores do Muse Design Awards . Esta renomada premiação internacional de design conta com um júri formado por diretores de arte e outros profissionais criativos, que seleciona os melhores projetos de design e arquitetura em uma competição acirrada que traz prestígio aos vencedores.

Além disso, como parte do compromisso de impactar positivamente não apenas os bairros em que atua, mas toda a sociedade, a Casai colabora ativamente com a ONG Techo no México e acaba de iniciar esta parceria também no Brasil, onde a organização é conhecida como Teto . Esta instituição é referência no desenvolvimento de residências em comunidades precárias, tendo auxiliado mais de 120 mil famílias na América Latina, incluindo a periferia de São Paulo.

“Nos preocupamos com o desenvolvimento turístico sustentável pensado no suporte à comunidade. A imersão local é um conceito muito importante para a Casai, pois queremos que nossos hóspedes se sintam em casa onde quer que estejam. São Paulo é uma das metrópoles mais importantes da América Latina. Queremos oferecer uma experiência diferenciada em hospedagem, condizente com o alto padrão de serviços que uma cidade tão cosmopolita requer”, explica Luiz Eduardo Mazetto, diretor geral da Casai no Brasil.

Além de proporcionar uma experiência única e consistente aos hóspedes, a Casai inaugura suas atividades no Brasil com a promessa de fornecer uma opção segura e rentável de investimento no mercado imobiliário. Com um crescimento de quase três vezes desde o início da pandemia global, a empresa está em constante expansão e já possui mais de 400 apartamentos no portfólio.

Para reservar sua estadia e vivenciar a experiência Casai em primeira mão, basta acessar o site.

Deixe um comentário