Onde provar comidas exóticas brasileiras em Curitiba - TOPVIEW

Onde provar comidas exóticas brasileiras em Curitiba

De rollmops, patas de rã e buchada, à rabada, escargot e mocotó. Conheça sete lugares na cidade que servem pratos nada convencionais

Compartilhe

Alguns pratos, mesmo quando bem preparados, sofrem certo preconceito. Buchada, rabada e patas de rãs não são, propriamente, iguarias comuns. E como há certa dificuldade em encontrar estas comidas exóticas brasileiras em bons bares e restaurantes – mesmo em uma cidade grande como Curitiba -, selecionamos seis estabelecimentos onde é possível pedir esses pratos menos convencionais.

Bar CanaBenta

Serve: Rollmops (R$ 3,50 a unidade)

Foto: Daniel Sorrentino.

O bar possui tanto orgulho de seus tradicionais rollmops (filés de peixe em conserva enrolados e recheados), que regularmente realizam um campeonato em que os competidores disputam quem come mais desses petiscos em cinco minutos. De origem alemã, o rollmops é conhecido por seu sabor forte, e no CanaBenta é recheado com cebola. Para acompanhar, a cerveja é a bebida mais recomendada. Oferece também outros pratos inusitados, como a Carne de Urso (variação da Carne de Onça com linguiça Blumenau).

Rua Itupava, 1431, Alto da Glória. Telefone (41) 3019-6898. De terça a quinta das 17h às 00h30; sexta, das 17h às 1h30; sábado, das 16h às 1h30; domingo, das 15h às 00h.

Bar do Edmundo

Serve: Bucho à milanesa (R$ 20,40 porção grande, R$ 33,90 porção pequena)

 

Bucho milanesa. #trashfoood#cheflife#triecooks

Uma publicação compartilhada por Cozinheiro (@prochmannpedro) em

Incorporado ao cardápio do bar logo em seu início, na década de 60, o bucho à milanesa, ou “buchinho”, logo se tornou um dos maiores sucessos do Bar do Edmundo. Hoje o lugar vende em média 450 quilos de bucho por mês. Além da opção à milanesa, a casa também oferece nos meses mais frios a carne como dobradinha ensopada, inclusive para viagem. De ambiente simples e procurando sempre atender da forma mais eficiente possível, ganhou inclusive diversas vezes o prêmio Boteco Bohemia.

Avenida Erasto Gaertner, 1764, Bacacheri. Telefone (41) 3257-2407. De segunda a sábados, das 18h às 00h.

Bar do Pudim

Serve: Rã (de R$ 35 a R$ 65, dependendo do pedido)

Localizado em frente à Praça do Redentor (mais conhecida como Praça do Gaúcho), o bar do Pudim já é uma instituição curitibana. E, embora seja mais conhecido pelo seu sanduíche de pernil, outro prato se destaca também no menu: a rã, em diversas formas – inteira, gigante, ou coxas à milanesa (em porções de quatro e oito unidades). O atendimento é rápido, e o ambiente é bem tranquilo, sendo frequentado tanto por famílias quanto por grupos de amigos. Vale temperar o pedido com as pimentas da casa, servidas em potinhos nas mesas.

Praça do Redentor, 322, São Fracisco. Telefone (41) 3022-1553. De segunda a quinta, das 17h às 00h; sexta, das 17h às 01h; sábado, das 12h às 22h.

Bar Stuart

Serve: Testículos de touro (R$ 38 a porção)

O mais antigo bar de Curitiba é conhecido por ter um cardápio cheio de comidas exóticas brasileiras: carnes de codorna, coelho e jacaré atraem diversos curiosos na hora de escolher o pedido. Um prato, porém, se destaca no menu do bar, por ser um dos pouquíssimos lugares em Curitiba onde se pode comê-lo: o testículo de touro, servido à milanesa, ao molho ou ao alho e óleo. Iguaria conhecida em fazendas e no interior, uma crença popular diz que possui inclusive poderes afrodisíacos. Uma dica de bebida para companhar é o chope da casa.

Praça Galeria Osório, 427, Centro. Telefone (41) 3323-5504. De segunda a sexta, das 10h às 23h; sábado e domingo, das 09h às 15h30.

Gruta da Onça Bar

Serve: Mocotó (R$ 40 o caldo)

Aberto em 1984, é um dos botecos mais tradicionais da região do Parolin. Além da típica Carne de Onça (da qual recebe o nome) e da feijoada, outro prato bastante pedido da casa é o mocotó (pata de boi cozida), tanto como caldo quanto como geleia. Com mesinhas ao ar livre e balcão na entrada, mantém vivo até hoje seu estilo boteco. Uma bebida tradicional da casa para companhar é a batida de casca de limão.

Rua Alferes Poli, 3333, Parolin. Telefone (41) 3332-0509.

Ile de France

Serve: Escargot (R$ 184 a dúzia, R$ 92 meia-dúzia)

 

? simplesmente amooooooo ????#boanoite ??#feliz#abençoada#comerbemquemaltem?

Uma publicação compartilhada por Jaqueline Farias ? (@jaquemfarias) em

Facilmente reconhecível no Centro, com sua réplica da Torre Eiffel sobre o telhado, este restaurante de comida francesa é um dos poucos lugares na cidade que oferecem o legítimo escargot (caracol comestível) à moda tradicional, quente, com a frigideira na mesa e pinças e garfos especiais para se tirar a carne da concha. De carne magra, é servido em molho de manteiga com ervas. O interior da casa, com mesas de madeira e cadeiras vermelhas, remete ao estilo bistrô, para o cliente se sentir de fato na França. Para beber, a casa oferece mais de 110 rótulos de vinho.

Praça Dezenove de Dezembro, 538, Centro. Telefone (41) 3223-9962. De segunda a sábado, das 19h às 00h.

Taberna Curitibana

Serve: Rabada (bufê a R$ 31,90 o quilo)

Aos sábados, a rabada é a protagonista do bufê deste restaurante de comida luso-brasileira com uma pegada caseira. Outros pratos populares são o macarrão de forno (quartas-feiras) e o carneiro (quintas-feiras). Próximo à Reitoria da UFPR, é bastante frequentado por estudantes.

Rua XV de Novembro, 1518, Centro. Telefone (41) 3029-4950. De segunda a sábado, das 11h às 14h30.

*Este conteúdo é oferecido por Paganini Gastronomia.

In this article

Join the Conversation