ESTILO

Comida di Buteco 2021: tema da edição será focado em raízes

Edição inédita do concurso terá foco no delivery e acontece de 30 de julho a 22 de agosto

O Comida di Buteco tem uma edição mais do que especial em 2021. Após quatro adiamentos em função da pandemia de Covid-19, o concurso acontece com foco no movimento “Salve o Buteco”. Ou seja, o grande objetivo nesta 6ª edição do evento em Curitiba será dar apoio para os bares que foram afetados com as restrições impostas devido ao coronavírus, mas claro, sem deixar a segurança de lado. Sendo assim, o foco da experiência desta vez será o delivery. Ainda que seja possível degustar o petisco participante no local (conforme orientações dos órgãos reguladores), desta vez a organização do concurso abriu a possibilidade de pedir o prato participante e fazer o buteco na sua própria casa.

E quem deseja entrar nesse movimento vai ter um delicioso desafio: são 21 bares, que de 30 de julho a 22 de agosto, estarão servindo o petisco criado especialmente para o concurso. Nesta edição, o tema é “raízes”. Ou seja, esse é um ingrediente obrigatório no prato, seja no preparo do petisco, no molho e até como elemento decorativo. Todos os tira-gostos têm preço fixo: R$ 27.

Como os bares são escolhidos para participar?

O processo de seleção para participar do Comida di Buteco começa com a indicação do público. Após visita técnica saem os escolhidos. Para fazer parte do concurso é importante que o bar se encaixe em um perfil: os estabelecimentos devem ser familiares, com o proprietário literalmente à frente do negócio e atrás do balcão no dia a dia.  

O principal objetivo do Comida di Buteco é Transformar Vidas através da Cozinha de Raiz – Buteco como extensão da casa. Ou seja, ser uma plataforma de transformação social para esses botecos, que não pagam nada para participar do concurso. Sendo assim, o movimento deste ano torna-se mais do que oportuno, mas acima de tudo, necessário.

Como vai funcionar o Comida di Buteco este ano?

Nesta edição de 2021, durante os 24 dias de concurso os clientes poderão participar de três formas: pedindo o prato delivery, levando o petisco para casa (take Away) ou, caso sinta-se seguro, degustando no próprio local. A principal diferença é que apenas quem pedir o petisco e degustar no buteco poderá votar para eleger o melhor de Curitiba. Isso porque, na votação, além do sabor do prato, é avaliado de 0 a 10 também o atendimento, higiene e temperatura da bebida.

O peso da nota do petisco é o maior, com 70%, e as demais categorias tem o peso de 10% cada uma. O voto do público vale 50% do peso total e um grupo de jurados especialistas, críticos e butequeiros de plantão tem os outros 50%.    

Após o término do concurso será eleito, assim como todo ano, o melhor buteco da cidade. O coroado ainda participará da segunda etapa: saber qual buteco é o melhor do Brasil. Nessa fase vale apenas a votação de uma nova comissão de jurados, escolhida especificamente para esse momento, que vai visitar os campeões de cada cidade avaliando sua performance nas mesmas quatro categorias (petisco, atendimento, temperatura da bebida e higiene). Cada campeão recebe três jurados (um da sua cidade e dois de outras cidades) e por fim elege-se o Melhor Buteco do Brasil.  

Deixe um comentário