Coluna Jayme Bernardo, abril de 2018 - TOPVIEW

Coluna Jayme Bernardo, abril de 2018

Um roteiro encantador por Puglia, no sul da Itália

Compartilhe

Puglia: dolce far niente

Compartilho o que a vida oferece de melhor e, imaginando o planejamento das férias, para quem quiser viver o verão europeu, sugiro um roteiro fantástico que fiz no ano passado. Aterrissei na região da Puglia, no sul da Itália, um local de cidades barrocas, casas pintadas de branco, olivais, pomares, mar de cor azul intenso, praias lindíssimas, muito sol e, claro, uma excelente culinária, que vem sendo lentamente descoberta pelos turistas. Imperdível saborear a melhor burrata da Itália degustando um vinho primitivo.

Restaurante Grotta Al Mare, no hotel Grotta Palazzese.

Hospedar-se por ali é uma agradável surpresa, pois a rede hoteleira nos oferece as melhores opções para experimentarmos de fato o desejado dolce far niente italiano. O Borgo Egnazia, por exemplo, localizado em Savelletri, Fasano, é um endereço cinco estrelas charmoso e cheio de requinte, assim como o hotel La Peschiera, que fica em Monopoli, uma pequena comuna que faz fronteira com Capitolo.

Puglia.
Jayme Bernardo em frente à igreja em que sua avó foi batizada.

Falando em lugares charmosos, Galípoli é uma parte encantadora da Puglia com a qual eu tenho um laço ancestral, pois foi onde minha avó materna nasceu. Fiz questão de conhecer a igreja onde ela foi batizada. Parada obrigatória, um dos restaurantes mais famosos da região, o Grotta Al Mare, localizado no hotel Grotta Palazzese, em Polignano a Mare, é cravado entre rochas e cavernas. A experiência do local nos transporta a tempos remotos em um cenário deslumbrante. Não deixe de passar também por cidadezinhas como Cisternino, Locorotondo, Alberobello, Ostuni e Lecce: cada uma reserva um encanto diferente. É uma viagem inesquecível!

*Jayme Bernardo é arquiteto e urbanista pela UFPR e dono de um reconhecido traço contemporâneo, que também marca suas peças de mobiliário e seus objetos de decoração, em uma trajetória de mais de 30 anos.

*Matéria publicada na edição 210 da revista TOPVIEW.

In this article

Join the Conversation