ESTILO

Clube de livros convida escritoras mulheres para fotografia inédita em Curitiba

Encabeçada pela A Feira do Livro, a iniciativa que começou em São Paulo ganhou uma enorme proporção e já está confirmada em outras capitais, inclusive Curitiba

Inspirada pela fotografia feita por Art Kane em 1958 — que ficou conhecida como Um Grande Dia no Harlem e que acabou por celebrar a era dourada do jazz —, a Feira do Livro convidou escritoras mulheres para uma foto, que será realizado em São Paulo, na praça Charles Miller, em frente ao Pacaembu, com o objetivo de fazer um registro parcial da ocupação feminina no campo literário.

A iniciativa, que leva o nome de “Um grande dia”, foi se multiplicando por várias capitais e já está confirmada em Brasília, Rio de Janeiro, Cuiabá, Salvador, Lisboa e Curitiba. Na capital paranaense, a foto histórica está sendo organizado pela Amora, Clube de Assinatura de Livros Escritos por Mulheres, e será realizada neste domingo, dia 12 de junho, às 10h, em frente à Biblioteca Pública do Paraná.

O evento é aberto para todas as pessoas que se identificam como mulher e que tenham publicado algum livro no Brasil, incluindo ebooks digitais, plataformas de auto publicação e edições do autor. Podem ser livros de ficção e não ficção, de todos os gêneros literários: romance, conto, crônica, história, ciências sociais, política, direito, psicologia, infantojuvenil, poesia, ensaio, livro reportagem, jornalismo literário, relato de viagem, memórias, biografia, autobiografia, teatro, crítica literária e de artes, quadrinhos, slam, filosofia, alimentação, entre outros. Aceitam-se também textos, poemas e ensaios publicados em antologias, coletâneas e revistas literárias. Mulheres estrangeiras que publicaram em português no Brasil também podem participar.

“A ideia é maravilhosa e está se espalhando muito rápido. É lindo ver como as mulheres do campo literário estão se movimentando, criando conexões, se apoiando e chamando atenção para que sua escrita seja percebida, divulgada e valorizada”, comenta Fernanda Avila, sócia da Amora. “Nunca, no Brasil, tantas mulheres escreveram e publicaram livros. Estamos vivendo um momento histórico na nossa literatura, digno de registro. A foto representa parte da força desse grande e diverso movimento”, afirma a escritora Giovana Madalosso, uma das participantes.

As autoras devem chegar na Biblioteca Pública do Paraná às 10h para cadastrar seus nomes e obras para a posterior divulgação. Não é necessário ser paranaense para participar, basta estar em Curitiba no dia do registro. A foto será clicada pela artista visual Cris Durães.

Deixe um comentário