Casa Bosque: elegância e imponência - TOPVIEW

Casa Bosque: elegância e imponência

Projeto executado pelo escritório Elaine Zanon & Claudia Machado + Arquitetare em Curitiba tem área verde como protagonista

Compartilhe

A arquitetura, devido a engenhosidade e também ao uso da estética para criar edifícios que sejam harmônicos com o espaço e que perdurem no tempo, é incluída ao setor artístico. Trata-se da primeira das sete artes clássicas. Segundo Le Corbusier, renomado arquiteto que se destacou entre grandes nomes desse segmento e criou conceitos de design usados até hoje, “a arquitetura é o jogo sábio, correto e magnífico dos volumes dispostos sob a luz”.

Usando essas características da primeira arte clássica, o escritório Elaine Zanon & Claudia Machado + Arquitetare, executou o projeto de uma casa localizada em um condomínio privado em Curitiba que, logo à primeira vista, transmite uma sensação de elegância e imponência. O trabalho foi desenvolvido para um casal jovem e suas duas filhas. 

“Uma das premissas do projeto, a pedido do casal de empresários, era de que, durante a semana, a casa fosse prática e funcional. Ao mesmo tempo, Ana Paula e Fabiano pediram que, aos fins de semana, fosse possível utilizar espaços de lazer para curtirem os filhos e amigos”, explica a arquiteta Elaine Zanon.

Foto: Dea Fylyk

“A casa foi implantada em um terreno com um grande bosque nos fundos. Por isso, o escritório de arquitetura buscou integrar toda a área social da casa por meio de grandes panos de vidro. Dessa forma, todos podem observar a vista maravilhosa da mata e se aproximar com a natureza”, acrescenta.

A construção é composta por três pavimentos: subsolo – contemplando a garagem, uma sala para o hobby do empresário, espaço para brinquedoteca e áreas técnicas –, térreo, onde ficam as áreas social e gourmet, cozinha e serviço, e pavimento superior, onde se encontra a área íntima da família com as suítes do casal, das filhas e quarto de hóspedes.

A fachada frontal, caracterizada por dois majestosos painéis de pedra Limestone, do PR Grupo Paraná, em composição com elementos horizontais e porta de entrada com revestimento da ACM Ghama, fez com que o conceito da arquitetura proposta realmente deixasse a casa mais misteriosa. Adentrando à casa, vê-se a ampla área social aberta para o bosque com grandes panos de vidro. As esquadrias em PVC, fornecidas pela Weiku, proporcionaram a integração – que era tão requisitada.

As arquitetas contam que o grande desafio da execução da casa e da equipe da Construtora Bidese, responsável pela obra, foi o sistema da estrutura suspensa para permitir o vão livre de 14 metros de extensão. A ideia foi viabilizada com a utilização de elementos de rigidez que, vinculados aos pavimentos superior e cobertura, fez com que trabalhassem de forma conjunta. Dessa maneira, foi possível manter toda área do living, lounge e sala de jantar sem a necessidade de pilares.

Foto: Dea Fylyk

As portas e o rodapé embutido foi concebido pelo desenho da Gusso e Rinaldin Designers de Interiores e pela Venturin Portas. A piscina, por sua vez, foi executada pela Desjoyaux.

LISTA DE FORNECEDORES: DESJOYAUX | PR GRUPO PARANÁ | BIDESE CONSTRUTORA | VENTURIN | WEIKU | GUSSO E RINALDIN DESIGNERS DE INTERIORES | ACM GHAMA

TVBC: TOPVIEW Branded Content é um conteúdo em formato editorial criado especialmente para o cliente.

In this article

Join the Conversation