Banquetes na cidade-luz: 5 bistrôs em Paris para conhecer

Banquetes na cidade-luz: um roteiro especial de endereços gastronômicos em Paris, por Flávio Frenkel

O chef esteve em Paris e percebeu que os néo-bistrots ou bistronomiques - casas que estão resgatando os ingredientes frescos e as técnicas tradicionais - estão em alta!

485 0
Compartilhe

O chef Flávio Frenkel esteve em Paris no último verão e percebeu que os néo-bistrots ou bistronomiques – casas que estão resgatando os ingredientes frescos e as técnicas tradicionais –  estão em alta. Por isso, ele indica um roteiro especial de endereços, que ainda inclui uma brasserie e um bistrô

BRASSERIE

Le Grand Colbert
Situada na Galeria Colbert, é uma das brasseries mais bonitas de Paris, com sua decoração belíssima da Belle Époque e cardápio com as clássicas comidas de brasserie. O serviço não é tão bom, mas mesmo assim o lugar vale a pena. O Le Grand Colbert foi uma das locações dos filmes Paris, Eu Te Amo e Alguém Tem Que Ceder.
Pedido do chef
Entrada Pernas de rã com manteiga de alho.
Prato principal Fígado de vitela com Chanterelles.
Sobremesa Tarte tatin.

NÉO-BISTROTS

La Cerisaie
Bem pertinho da Tour de Montparnasse está localizado o restaurante que tem tamanho aproximado de uma sala de jantar. Comandado única e exclusivamente pelo chef Cyrill Lalanne, os clientes são atendidos por sua esposa. No outono e inverno, o chef oferece cardápios diferenciados. O menu apresenta carnes de lebre, perdiz, javali e ganso, entre outros. A carta de vinhos do La Cerisaie é enxuta, mas impecável, com produtores pequenos e talentosos.
Pedido do chef
Entrada Giroles com ovo pochê e trufas negras.
Prato principal Peito de pombo sobre alcachofras Jerusalém.
Sobremesa Baba ao Armagnac.

Le Timbre

O Le Timbre é o menor restaurante de rua em Paris, localizado perto dos Jardins de Luxemburgo. Vale a pena saborear os fantásticos pratos do inglês chef-proprietário Chris Wright. O restaurante oferece preços honestos e menu de qualidade. Wright usa os melhores produtos regionais franceses, incluindo trufas e foie gras. Tudo é fresco no Le Timbre.
Pedido do chef
Entrada Terrina de cabeça de porco servida sobre pão azedo e gratinado.
Prato principal Codornas grelhadas na pimenta com terrina de tomates.
Sobremesa Terrina de três chocolates e pimenta calabresa.

Les Cocottes
O chef Christian Constant foi um dos criadores da bistronomique. Por isso, o Les Cocottes reflete bem o espírito da tendência. É um lugar moderno e estiloso, com preços razoáveis. É perfeito para almoçar. Um bom programa para os amantes da boa gastronomia é ir ao Les Cocottes, depois passear na charmosa e deliciosa Rue Cler e finalizar o passeio descansando na Torre Eiffel.
Pedido do chef
Entrada Terrine de campagne.
Prato principal Batatas recheadas com carne de porco caramelizada.
Sobremesa Tarte au chocolat.

BISTRÔ

Benoit

Detentor de uma estrela no Guia Michelin, é discreto e fica em uma praça muito charmosa. É um autêntico bistrot parisiense da virada do século, com decoração Belle Époque e ótimos pratos assinados pelo famoso Alain Ducasse. A carta de vinhos também é excelente! O do Benoit preço é justo, tendo em vista a assinatura do renomado chef.
Pedido do chef
Entrada Escargots com alho e ervas finas.
Prato principal Cassoulet Maison.
Sobremesa Bavarin au rhum com crème fouettée.

*Muitos dos pratos sugeridos pelo chef são sazonais. Por isso, caso queira comer exatamente o que ele indicou, cheque a disponibilidade no momento da reserva.

In this article

Join the Conversation