ESTILO ARQUITETURA & DECORAçãO

Ateliê de Francine Marochi produz festas com decorações únicas e personalizadas

Francine Marochi, do ateliê Inventando Arte com Fran, iniciou suas atividades como decoradora quando as festas infantis ainda eram decoradas com toalhas de babado com crepom e cetim. Ela investiu em decorações com móveis e materiais em mdf e produziu uma celebração para uma amiga. “Quem foi na festa amou. Foram me procurando e eu nunca mais consegui sair dessa vida. Amo o que eu faço. Minha mãe, meu marido, todo mundo diz que minha vida está aqui na minha loja, no meu ateliê”, conta ela. 

VEJA TAMBÉM: Transmitindo amor: festas intimistas em casa

O interesse de Francine por decoração começou há 14 anos, durante um período conturbado: “Larguei minha faculdade para, na verdade, cuidar da minha filha. Eu engravidei e tive uma gravidez bem complicada. Tranquei o curso e comecei a fazer só lembranças para festa. Era um jeito que eu achei para ficar com ela em casa, poder dar atenção, e também trabalhar e ganhar meu dinheiro. Depois comecei fazer as decorações“. 

LEIA TAMBÉM: Hall’s Cake faz bolos personalizados e oferece uma experiência gastronômica aos clientes

Com a pandemia, o ateliê precisou passar por uma nova reinvenção: “Me vi ganhando 200 reais no mês de abril de 2020. Aí, investi em balões personalizados que viraram nosso carro chefe e agora está passando para o segundo lugar de novo, porque a gente voltou a dar prioridade para as festas, para as decorações”. 

(Foto: Inventando Arte com Fran | Divulgação)

Mesmo com as mudanças, o foco do ateliê sempre foi as festas infantis. Francine diz que é produzindo esse estilo de comemoração que ela se sente mais realizada. Essas festas também são mais intimistas: “Nosso foco são as festas em casa, são as festas no salão dos prédios. Agora temos aqui no nosso ateliê, em anexo, um espaço com um quintal e a gente reformou, colocou mesinha, móveis de demolição, bastante coisa legal. A gente disponibiliza esse nosso espaço para locação para quem quer fazer uma festa intimista. É o quintal para quem não tem”, ela aponta. 

CONFIRA: Ateliê Coisas da Michelle faz kit festas únicos e com exclusividade para cada cliente

Para quem quer começar a empreender, Francine indica: “Não é fácil. Você vai ter que investir seu dinheiro. Principalmente no meu ramo, você vai deixar de comprar um sapato ou  uma calça nova, porque você sempre vai ter que estar acompanhando tendência e sempre vai ter que estar renovando acervo, mas se você faz com amor, é gratificante”. 

Deixe um comentário