ESTILO ARQUITETURA & DECORAçãO

Arquitetura do Emy By Kazuo proporciona imersão na cultura asiática

O projeto do restaurante foi pensado para levar o público a uma viagem aos países orientais, por meio de elementos e obras de arte alinhados à experiência gastronômica

O restaurante Emy By Kazuo, do chef Kazuo Harada, atrai não só os amantes da culinária asiática, mas também os admiradores de arquitetura. O projeto foi pensado para proporcionar uma experiência completa e única ao público. Com design de interiores de AJNeves Arquitetura e paisagismo de Luciana Hara, o restaurante está localizado no piso L1 do Pátio Batel.

Os arquitetos Alexandre Neves, responsável pelo projeto, e Bruna Pauluk tiveram o desafio de dar identidade visual ao espaço do Emy e, ao mesmo tempo,  manter o padrão do shopping.

“O projeto faz referências à arquitetura asiática, principalmente japonesa, de forma sutil: no padrão das peças de madeira, na simplicidade dos traços e na limpeza das formas, além das obras de arte”, comenta. Para criar impacto visual, os arquitetos trabalharam com poucos elementos, porém peças de grandes dimensões e de forte presença, como o pergolado, em madeira, que ajuda a dar ao espaço uma escala mais humana, reduzindo o pé-direito e demarcando o espaço do salão.

Uma característica inegável do Emy é o seu ambiente muito intimista e aconchegante. O arquiteto explica que esse foi um ponto de grande destaque no projeto. “Funcionou muito bem a forma como isolamos o restaurante do corredor do mall, sem criar uma barreira opaca. É possível ver o salão a partir do corredor, o que convida ao acesso. Mas do lado de dentro, a sensação é de estar em um ambiente intimista e privativo”, ressalta.

Neves lembra que o maior desafio do projeto foi a cozinha. “O projeto de cozinha é sempre um ponto bastante delicado. Foi preciso debate e estudo até chegarmos ao layout ideal para o espaço”, destaca Alexandre. O restaurante conta com a área dos sushimen integrada ao salão.

(Foto: divulgação)

Não apenas a arquitetura do Emy empregou dedicação, como o paisagismo do espaço, feito pela arquiteta Luciana Hara. “Foi bem desafiador, um projeto de grande porte e que eu sabia que ia fazer toda a diferença no design do espaço”. Um ponto interessante sobre o paisagismo do restaurante é o uso de plantas desidratadas em toda a decoração. “Usamos árvores já secas e as flores desidratadas, mas todos os itens são naturais”, finaliza Luciana.

 

(Foto: divulgação)

Emy by Kazuo

Depois de passar por renomados restaurantes no Japão, Dubai, São Paulo e no Rio de Janeiro, o chef Kazuo Harada voltou a Curitiba para abrir a sua segunda casa, o Emy by Kazuo, uma homenagem a sua filha. O restaurante apresenta pratos inspirados na cozinha asiática e uma viagem gastronômica pela China, Índia, Coreia do Sul, Tailândia e Japão.

O chef, que possui reconhecimento nacional e internacional, já foi premiado com uma estrela Michelin, no restaurante Mee do Copacabana Palace, e com diversos prêmios no seu primeiro restaurante, com nome homônimo – e logo nos primeiros seis meses de atuação. Agora, Kazuo Harada quer trazer essas conquistas para a capital paranaense, com um conceito que harmoniza um menu pensado minuciosamente com uma atmosfera contemporânea e descolada.  


Serviço

Emy by Kazuo

Onde: Av. do Batel, 1868 – Batel

Quando: de segunda a sexta das 12h às 15h, e das 19h às 23h. Aos sábados das 12h às 23h, e aos domingos das 12h às 17h.

Instagram: @emyrestaurant

Deixe um comentário