ESTILO

3 dicas para escolher a melhor telha para seu projeto

A instalação das telhas é parte essencial de uma obra e deve ser gerenciada com muita atenção

Uma obra é composta por várias etapas, tendo cada uma suas especificações para melhor se adequar às necessidades do cliente. Algumas fases, no entanto, geram mais dúvidas para quem está adentrando o mercado ou construindo pela primeira vez. Uma delas é a instalação das telhas, parte essencial e que deve ser gerenciada com muita atenção.

Pensando nisso, convidamos André Minnone, gerente responsável pela Ajover Brasil – referência no segmento de telhas de policarbonato e termoacústicas no país – para esclarecer algumas dúvidas comuns sobre o assunto. Confira:

Como escolher o material ideal para meu projeto?

Primeiramente é imprescindível a contratação de um profissional especializado para analisar todas as necessidades do projeto. Após esse momento, é a hora de decidir quais são as prioridades do cliente, o orçamento disponível e em qual situação o ambiente será utilizado.

É importante priorizar empresas de confiança que possuem credibilidade e qualidade na entrega dos materiais.

Como analisar o custo-benefício de um material?

Existem alguns pontos importantes a serem considerados aqui: durabilidade, peso e versatilidade. Na Ajover nós trabalhamos com telhas translúcidas que possuem garantia de 10 anos sem amarelar, por exemplo. Então, não adianta investir menos em um primeiro momento se a substituição tenha de ser muito mais rápida.

O peso da telha vai determinar o tipo de material usado na estrutura. Então, quanto mais leve a cobertura, mais economia na estrutura. Já a versatilidade diz respeito à combinação de diferentes materiais em um mesmo telhado conforme o projeto, vale a pena utilizar telhas que tenham encaixe com os tamanhos padrões do mercado.

Quais fatores externos levar em consideração?

Muitas pessoas não tem um olhar externo na hora de escolher a telha ideal para seu projeto. Além da obra em si é importante pensar em fatores como conforto acústico e térmico, por exemplo. Principalmente os ambientes comerciais exigem esse cuidado, já que são prejudicados por coberturas que ecoem barulhos externos, como o da chuva. As telhas termoacústicas além de atenuarem esses ruídos ainda proporcionam uma climatização mais agradável, resultando em economia de energia com a refrigeração do ambiente.

Deixe um comentário