Bastidores das transações comerciais do mercado de arte é foco em conferência - TOPVIEW

Bastidores das transações comerciais do mercado de arte é foco em conferência

Saiba mais sobre o encontro, que acontece em SP, e contará com a presença de especialistas na área de obras de arte

630 0

O catálogo da Interpol lista 34 mil obras roubadas em todo o mundo – e para a maior parte desse acervo não há previsão de recuperação. O roubo de arte é o 3º maior mercado ilegal em escala mundial, só perdendo para o tráfico de drogas e armas. Pensando nisso, acontece no dia 28 de setembro o Art Law Conference.

O evento será na Biblioteca Mário de Andrade a partir das 9 horas, para tratar dos temas: obra de arte e lavagem de dinheiro; importação, exportação e recuperação de obras de arte roubadas ou pilhadas ao redor do mundo.

O encontro conta com a presença de especialistas como o desembargador Fausto de Sanctis, autor do livro Lavagem de Dinheiro por meio de Obras de Arte; a galerista Marcia Fortes e o americano Robert Muller, especialmente convidado para falar sobre a recente discussão na Corte dos Estados Unidos sobre a recuperação de obras de arte roubadas ao redor do mundo.

Confira a programação do evento 

9h – Obra de arte e lavagem de dinheiro;
Fausto de Sanctis, desembargador do Tribunal Regional Federal
Debatedor: Evaristo Martins de Azevedo, presidente da Comissão de Direito as Artes da OAB – SP.
Mediação: Maria Ignez Mantovani, presidente do ICOM Brasil.

10h15 – Transações com obras de arte, incluindo importação e exportação de obras de arte: registros e declarações alfandegárias – operações permanentes e temporárias
Aline Freitas, advogada sócia do escritório Cesnik, Quintino e Salinas Advogados, mestre em direito público pela PUC-SP.
Gregory Becher, advogado tributarista do escritório Cesnik, Quintino e Salinas Advogados.
Marcia Fortes, diretora da galeria Fortes, D’Alloya, Gabriel
Mediação: Fernando Quintino, sócio do escritório Cesnik, Quintino e Salinas Advogados.

11h30 – Art law recovery: a recente discussão na Corte Americana da recuperação de obras de arte roubadas ou pilhadas ao redor do mundo;
Robert Müller, sócio da empresa Cypress LLP.
Debaredor – Rodrigo Salinas, sócio do escritório Cesnik, Quintino e Salinas Advogados.
Mediação: Fábio Cesnik, presidente do Comitê de Mídia e Entretenimento do IASP.

SERVIÇO

Art Law Conference – “Obras de Arte e seus temas atuais: uma visão global”
Auditório da Biblioteca Mário de Andrade
Rua da Consolação, 94, Centro

 

Neste Artigo


Converse com a Gente