Artigo: os três procedimentos vasculares perfeitos para o verão

Aline Lamaita, cirurgiã vascular e angiologista, explica quais os procedimentos ideais para tratar problemas estéticos vasculares nas pernas e rosto

1688 0

A tecnologia evoluiu e já propicia tratamentos vasculares eficazes e com resultados hiper-rápidos, ideais para preparar as pernas (e o rosto) para o “verão”.

“Microvarizes e varizes mais internas nas pernas e até os vasinhos na face já contam com procedimentos extremamente eficazes para os pacientes que buscam resultados rápidos e com pouco tempo de recuperação sem exposição ao sol”, conta a cirurgiã vascular e angiologista Aline Lamaita, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular. A médica explica mais sobre as novidades:

ClaCs para microvarizes e varizes!

Por que fazer no verão: dá resultados mais rápidos do que a aplicação convencional e requer pouco tempo sem exposição solar (sete dias).
Como age: procedimento une laser não-invasivo e injeções de glicose (e não há problema para diabéticos). “Após a utilização do laser, a glicose é aplicada na veia (que já está sensibilizada com o disparo do laser). Com o disparo do laser, o fluxo de sangue fica lentificado e permite que a glicose permaneça mais tempo em contato com o vaso — que vai secar”, explica. No geral, de uma a três sessões, com intervalo mensal, resolvem o quadro. 

Laser Endovenoso para varizes mais internas!

Por que fazer no verão: permite um retorno mais rápido as atividades e gera bem menos hematomas do que a cirurgia convencional.
Como age: sem cortes, a veia safena é puncionada e uma fibra é colocada através de um introdutor dentro dela, explica a médica. “A ponta da fibra é posicionada na virilha (guiada por ultrassom). A outra extremidade da fibra é então conectada a um aparelho de laser ou radiofrequência que vai liberar uma energia que queima a veia”, conta. A fibra então é retirada lentamente enquanto a veia vai sendo cauterizada em todo o segmento a ser tratado. O interessante é que a veia não é retirada, ela vai ser queimada e se transformar em um cordão fibroso (uma cicatriz) não participando mais da circulação das pernas”, comenta. Recuperação de 4 a 6 dias.

Laser Transdérmico em vasinhos no rosto!

Por que fazer no verão: técnica não invasiva que retira veias e vasinhos do rosto e corporal sem necessidade de afastamento do sol.
Como age: O Laser Nd Yag 1064 é o que existe de mais específico para tratamento de lesões vasculares apresentando maior efetividade no tratamento, explica. A sessão é feita com os disparos do laser, que vai emitir luz em comprimentos de onda que serão absorvidos pela hemoglobina (pigmento do sangue) causando aumento de temperatura e queimando o vaso. O tratamento apresenta bons resultados, segundo a médica, é feito em média em uma a cinco sessões (dependendo do tipo de lesão) e tem grande nível de segurança, já que a dor é amenizada com uso de aparelhos resfriadores de pele.

Neste Artigo


Converse com a Gente