Conheça os vencedores
O espetáculo Contos de Nanook questiona questões como melancolia e solidão em cenário hiper-realista.
O espetáculo Contos de Nanook questiona questões como melancolia e solidão em cenário hiper-realista.

Índios inspiram espetáculo Contos de Nanook

Uma visita ao Polo Norte é proposta pela peça em uma obra contemporânea que flerta com a realidade e o fantástico

Publicado em 8 de junho de 2017

A importância dos índios Inuit é o ponto de partida de Contos de Nanook, que coloca em cena uma proposta de contrafluxo diante da quantidade de informações e da dinâmica tecnológica em que estamos imersos hoje. Ambientado em uma representação hiper-realista do Ártico, a temporada é de 16 de junho a 16 de julho, no Teatro Cleon Jacques com ingressos gratuitos.

Inspirado no documentário Nanook of the North, de Robert Flahertly e conta a história de Nanook, um esquimó que está a espera da morte. Uma menina o encontra depois de ter atravessado boa parte do Polo Norte. Uma terceira figura, um urso polar, completa este universo marcado por relações de sobrevivência. O encontro improvável entre as personagens se dá em contraste com o frio, o perigo, a melancolia e solidão.

O projeto é um empreendimento da Photon Cooperativa Cultural com realização da Setra Companhia, produção da Formiga Produtora e Duplo Produções, incentivo do Centro Universitário Internacional — Uninter e da Clínica de Exames de Diagnóstico por Imagem — CEDIP, e apoio do Ap da 13, Cabify, BDrops TV, Labirinto, Locall de Cinema e Televisão, Mundo Livre FM, Padaria América e UniFM. Projeto realizado com o apoio do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura — Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

Serviço – Contos de Nanook:

Local: Teatro Cleon Jacques – R. Mateus Leme, 4777 – São Lourenço

Temporada: de 16 de junho a 16 de julho

Dias e horários: Sextas às 20h / Sábados às 18h e 20h / Domingos às 19h

Entrada franca

Para mais informações: (41) 99206-0284 e (41) 3313-7190

Comentários



Comente pelo Facebook



Comente pelo Facebook



Comente pelo Facebook