Conversamos com Julia Faria, a digital influencer que se tornou “guru de relacionamentos” na internet

Nesta entrevista, a carioca multitalentosa fala sobre seu primeiro livro, “Para as Solteiras, com amor”, que será lançado hoje em Curitiba

1502 0

Você provavelmente já ouviu falar dela. Como atriz, já fez muitas peças e novelas (Malhação e Haja Coração, da Rede Globo, são apenas dois exemplos). Como jornalista, trabalhou na revista Capricho e se apaixonou pelo mundo da moda. Como blogueira, ela cativa mais de um milhão de pessoas (número que equivale aos seus seguidores nas redes sociais) com seu estilo, suas viagens incríveis e suas dicas de relacionamentos.

Tanto em sua conta no Instagram quanto em seu canal do Youtube, Julia Faria sempre se sentiu confortável para falar sobre o tema. E é justamente ele que pauta seu primeiro livro “Para as Solteiras, com amor”, a ser lançado nesta terça-feira, 28 de novembro, em Curitiba, na Livrarias Curitiba do ParkShopping Barigüi. Antes do evento, conversamos com a digital influencer sobre seu trabalho e sua vida pessoal. 

“Mas amar é se frustrar o tempo inteiro, né?”

Julia Faria: uma típica capricorniana

TOPVIEW: De onde vem a necessidade de falar sobre relacionamentos?
Julia Faria: Foi natural. Orgânico. Não foi uma coisa pensada, sabe? Fiz a primeira crônica sobre uma experiência que tinha passado e aí não parei mais.

TV: Você foi contra a onda de livros sobre relacionamentos e fez um para as solteiras. Por quê?
JF: Metade das crônicas eu escrevi enquanto estava solteira. Tinham várias delas porque fiquei cinco anos solteira. E nesse tempo passei por várias etapas que fui registrando em textos. Foram elas que despertaram o interesse da editora de fechar o contrato. Eu namorava quando assinei no final do ano passado para começar a trabalhar no livro em fevereiro desse ano. Consequentemente, quando fevereiro chegou, eu tava solteira de novo. Foi natural. Escrevi todos os textos estando solteira.

TV: E qual o motivo de contar essa história em formato de livro e não em um blog, como fazia, ou pelas redes sociais?
JF: São 30 crônicas, ou seja, 30 situações e mensagens diferentes. O livro eterniza. É mágico. Fora que tem a coisa do papel, de pegar na mão. No final das contas uma coisa não anula a outra.

TV: Você viaja muito e tem uma rotina agitada. Como conseguiu conciliar com a produção do livro?
JF: Sou capricorniana! (risos) Nem preciso explicar, né? 

TV: Qual é a melhor e pior coisa dessa rotina agitada?
JF: Eu gosto muito de não ter rotina. Do meu trabalho me proporcionar conhecer mil lugares e pessoas. Viajar é uma das coisas que mais gosto de fazer na vida. A pior coisa é a saúde que acaba sendo prejudicada. Difícil conseguir manter uma alimentação regrada, malhar, dormir a quantidade de horas necessárias… Quando se viaja muito é quase impossível!

TV: Ela já chegou a atrapalhar algum relacionamento?
JF: Ah… difícil, né? Meu último namoro foi à distância. Ele morando em NY, eu em SP e fazendo novela no Rio de Janeiro. Tem que rebolar para dar conta.

TV: Qual sua maior desilusão amorosa?
JF: Sabe que não me vem nada na cabeça? Talvez porque faz tempo que não vivo uma… Mas já passei por tantas! Não sei. Não tem uma específica. Mas amar é se frustrar o tempo inteiro, né?

TV: Vem mais livro por aí?
JF: Tenho mais dois livros para escrever. Sem pressa. Mas já me foram encomendados. Quero voltar pro teatro ano que vem. Mas ainda tá tudo meio que no papel. Esse ano foi tão corrido que só penso nas minhas férias na Bahia! Me largar por lá por um mês!

TV: E qual a sua dica para ser feliz sozinha?
JF: Comprar o livro Para as solteiras, com amor!

Serviço

Lançamento do livro “Para as solteiras, com amor”

Livrarias Curitiba do ParkShopping Barigüi_(41) 4003-4138

R. Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 600 – Mossunguê

A partir das 19h30. Com sessão de autógrafos. 

 

Neste Artigo

Converse com a Gente